Capa > Destaque > CREA-PE inicia trabalho voluntário para levantamento dos danos das enchentes em Palmares

CREA-PE inicia trabalho voluntário para levantamento dos danos das enchentes em Palmares

Em reunião que ocorreu na manhã da segunda-feira (28), na sede da prefeitura de Palmares, o presidente, em exercício, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (CREA-PE), Waldir Duarte Costa Filho e o vice-prefeito do município de Palmares, Agenaldo Lessa assinaram documento de intenção, a partir do qual foi formalizada a ajuda técnica que será prestada pelo CREA-PE nos municípios de Palmares, Belém de Maria, Cortês, Catende e Ribeirão, todos atingidos pelas enchentes ocorridas no mês de maio e decretados em “Estado de Emergência”, por meio do projeto Apoio Técnico Mata Sul.

A iniciativa prevê a realização de trabalho voluntário com o objetivo de apoiar, orientar e dar suporte técnico aos municípios atingidos, na avaliação dos danos causados, com levantamento “in loco”, sugestões para correções e ações emergenciais nas áreas das Engenharias, Agricultura, Pesca, Florestal, Segurança e Meio Ambiente, planejando, elaborando vistoria de laudos expeditos e relatórios. As atividades serão desenvolvidas por uma equipe multidisciplinar, composta por profissionais do Sistema CONFEA/CREA e Mútua, indicados pelas entidades de Engenharia.

Na oportunidade, o vice-prefeito agradeceu o apoio e falou do interesse do prefeito Altair Junior (PMDB) em reorganizar a cidade para atender às necessidades dos moradores, assim como dos visitantes. O presidente do CREA-PE, Waldir Duarte Filho, falou da satisfação de poder contribuir com os municípios, agradeceu ao corpo de voluntários desejando a todos bom trabalho.

O superintendente do CREA-PE, Frederico Bastos, também agradeceu a participação dos voluntários, explicou que o trabalho tem o objetivo de prestar apoio à sociedade no momento difícil que vivenciam. “Esse trabalho que o CREA-PE desenvolverá é de extrema importância para atender as áreas atingidas. Com ele também esperamos influenciar na ampliação de um corpo técnico próprio da prefeitura”, disse.

Assessor de Projetos Especiais, André Buonafina, explicou que todas as áreas serão atendidas e que está à disposição para esclarecer dúvidas e dar o suporte necessário para a execução dos trabalhos que deverão ser concluídos em quatro meses. Buonafina falou também que o tempo de permanência dos técnicos em cada município deverá ser de 10 dias úteis.

Mais uma vez, o CREA Móvel também estará na cidade para atender aos profissionais e empresas que estão sem acesso à Inspetoria do Conselho, que também foi atingida pelas águas ficando sem condições temporárias de prestar atendimento.

Também participaram da reunião, o secretario de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Francisco de Assis Alves, o presidente da Autarquia de Habitação do município (AMHAP), Alberto Porto, o vereador Antônio Almeida (PSDC).

O secretário de Desenvolvimento falou da importância da ação do CREA-PE, ressaltando que “num mundo tão individualista há de se agradecer muito pela iniciativa”, disse explicando que “diferentemente de 2010, a enchente deste ano atingiu mais rigorosamente a zona rural, provocando a queda de 23 pontes, danificação de 162 quilômetros de estradas, da mata ciliar e de grande parte da área ambiental”, explicou o secretário.

Sobre CREA-PE

O CREA-PE é o órgão regional de regulamentação e fiscalização do exercício profissional da Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e Meteorologia, nos diversos níveis superior e técnico e é uma autarquia especial federal descentralizada, com autonomia administrativa e financeira. O CREA-PE também conta com escritórios de atendimento em Boa Viagem e Jaboatão dos Guararapes, 14 inspetorias regionais, além do CREA Móvel, veículo que leva todos os serviços da sede e inspetorias para cidades que não têm atendimento.
Free WordPress Themes - Download High-quality Templates