Capa > Destaque > Crea-PE propõe inovações na Fiscalização Preventiva Integrada para o Carnaval 2020

Crea-PE propõe inovações na Fiscalização Preventiva Integrada para o Carnaval 2020

O Crea-PE reuniu em sua sede no Recife, representantes do Corpo de Bombeiros, Dircon e Defesa Civil, órgãos que compõem a equipe da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), organizadores de blocos e empresas da área de montagem e eventos, entre outros, para alinhar ações que garantam mais segurança aos foliões e turistas nas estruturas montadas para o Carnaval 2020.

O Conselho, focado no exercício legal de profissões das áreas de Engenharia, Agronomia e Geociências, apresentou novas medidas visando ampliar a qualidade do trabalho desenvolvido pelas equipes da FPI. O presidente do Crea-PE, Evandro Alencar, propôs ao grupo gestor da Fiscalização, a adoção do uso de sinalização nos locais dos eventos, indicando se os mesmos estão validados pelos órgãos competentes. Também sugeriu que seja implementada a divulgação dos espaços e das estruturas vistoriados pela FPI em plataforma digital oferecendo, inclusive, o site do Conselho, para que a população tenha acesso amplo a esses dados.

Outra proposta foi a de que os organizadores de eventos apresentem placas visíveis ao público informando a capacidade máxima de ocupação do espaço utilizado, cumprindo norma vigente. O tenente coronel do Corpo de Bombeiros – PE, Erick Aprígio, destacou a importância da iniciativa do Crea-PE, como coordenador da FPI e da atuação integrada dos órgãos que a compõem, para aprimorar a operação e melhorar resultados. Ele adiantou que a preocupação com a segurança é constante a cada ano, pois apesar de todo esforço pela prevenção, há muitas estruturas que deixam suas regularizações para última hora.

A gerente de Fiscalização do Crea-PE, Aldenice Koga, acompanhada de equipe de fiscais, explicou a importância de gestores e responsáveis por espaços e estruturas temporárias no Carnaval anteciparem as suas regularizações junto ao órgão, por meio do registro da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). Fotos e exemplos de estruturas fora das conformidades técnicas, no âmbito da Engenharia Civil e Elétrica, foram apresentadas, como  um alerta para a necessidade do acompanhamento profissional. Foi ressaltado que a ART identifica, entre outros dados, quem é o profissional  responsável pela instalação, registra o projeto básico, de forma a identificar responsabilidades em caso de sinistros. “Quando um organizador de evento cuida do registro correto, se documenta, mostra zelo com a vida e a segurança, atende ao que todos nós buscamos”.

Uma proposta da agenda de atuação da FPI nos próximos 30 dias pela equipe do Crea-PE foi apresentada e deve ser validada pelos órgãos nesta semana.

O trabalho do Crea-PE inclui ainda municípios do interior pernambucano O objetivo é combater práticas fora do padrão das normas, bem como a execução de atividades, por profissionais não habilitados para tal, reforçou o presidente Evandro Alencar.
Galo da Madrugada – O maior bloco do mundo, segundo o Guiness Book, tem a previsão de arrastar mais de 1,5 milhão de pessoas. O Clube tradicionalmente sai no Sábado de Zé Pereira, este ano, dia 22.02, sendo o evento que exige mais atenção dos órgãos que compõem a FPI. O Galo ocupa rios, pontes, prédios, camarotes,  de maior porte, numa área total de 1.000 metros quadrados, num percurso de desfile que envolve 5 km.

Andréa Stefanini, da Defesa Civil do Recife, informou que sua equipe já inspecionou todo o percurso do Desfile do Galo, identificando que existem 504 imóveis ao total e está encaminhando um relatório ao Controle Urbano – Dircon, para que sejam tomadas as providências cabíveis onde verificaram necessidade.

Histórico – A FPI é uma ação criada pelo Crea-PE nos anos 80.  Posteriormente, a ação se expandiu gerando o GT Carnaval, Grupo de Trabalho do Carnaval, que é coordenado pelas autoridades de segurança pública do estado.

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates