Capa > Destaque > Terça no Crea discute mais um tema importante da construção civil

Terça no Crea discute mais um tema importante da construção civil

O professor do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), engenheiro civil Tibério Andrade falou sobre a “Estanqueidade de estruturas de concreto: Análise crítica a partir de obras executadas”, para um público superior a 100 pessoas no Terça no Crea de ontem (terça, 05.11).

Na palestra, Tibério Andrade disse que a deficiência de estanqueidade é fenômeno comum em estruturas como reservatórios d’água suspensos, estações de tratamento d’água e em poços de elevadores. E que, apesar do concreto ser um material impermeável estanqueante, o problema surge na execução, com o surgimento de fissuras.

Ainda segundo o palestrante, há regiões específicas que podem levar ao comprometimento da estanqueidade como: nas falhas ou ninhos de concretagem; fissuras originadas por retração plástica, retração por secagem e esforços. Com relação às juntas de concretagem devem ser mínimas com a finalidade de evitar a falha. Já a retração por secagem, que pode prejudicar a estanqueidade de estrutura, acontece quanto o concreto está endurecido.

Sobre as soluções para o problema, o professor apontou como alternativas para minimizar as fissuras de retração plástica, a aspersão de água na forma de névoa, proteção com lona plástica e cura química.

Apesar das juntas de concretagem serem um importante fator, conhecido, para a falta de estanqueidade, o especialista confessou que, operacionalmente, é muito difícil eliminá-las das estruturas de concreto armado.
Após a apresentação do convidado, foi aberto espaço para debate envolvendo perguntas e respostas ao público presente.

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates