Candidato de oposição na eleição do Senge-PE visita o Crea-PE

 

 

 

 

 

O pleito acontece nos dias 9 e 10 de setembro, em nove pontos da Região Metropolitana do Recife (RMR). Entre os locais de votação estão: a sede do Senge-PE, Crea-PE (sede e escritório de Boa Viagem), Prefeitura de Olinda, Clube de Engenharia de Pernambuco (Crea-PE), Chesf, sede do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

A disputa para a presidência da entidade de classe se dará entre duas chapas concorrentes. A chapa da situação, que concorre à reeleição, é encabeçada pelo conselheiro e engenheiro mecânico, Fernando Freitas.

 

 

ASC do Crea-PE

 

 

Dilma Moura

Dentre as ações propostas estão: defender incondicionalmente o Salário Mínimo Profissional; defender o tratamento salarial isonômico da categoria; defender o aumento da participação dos patrocinadores da previdência complementar; fomentar a criação da previdência complementar nas empresas privadas; informatizar todas as atividades do sindicato; reforma e modernização do Estatuto; eleições sindicais via internet, entre outras

O grupo que compõe a chapa 2, justifica com a palavra “motivação” o conjunto de propostas que estão sendo divulgadas para serem implementadas na gestão de três anos de mandato à frente do que definem como o Novo Senge-PE.

 

O engenheiro Eletricista Aderbal Gomes de Melo Júnior, fez, na quinta-feira (19), visita ao presidente do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, para se apresentar como candidato da oposição, na eleição à presidência do Sindicato dos Engenheiros de Pernambuco (Senge-PE). No encontro, também presentes, os candidatos à vice presidência e diretor de Relações Sindicais, engenheiros eletricistas, Macário Moraes e Iêdo Moroni, respectivamente.