Presidente do Crea-AL visita José Mário e entrega relatório sobre FPI de barragens em Alagoas

O presidente do Crea-AL, o engenheiro Aloísio Ferreira de Souza, fez, na manhã desta sexta-feira (27), uma visita de cortesia ao presidente do Crea-PE José Mário Cavalcanti. Durante o encontro, os presidentes conversaram sobre o Catálogo Empresarial de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Pernambuco, produzido em parceria com a Editora Brasileira de Guias Especiais no final do ano passado. O engenheiro Aloísio Ferreira também entregou a José Mário o relatório final produzido depois da realização da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) em 18 barragens do Estado de Alagoas nos meses de novembro e dezembro de 2010.

 
O documento produzido pelo Crea-AL será entregue ao Ministério Público de Alagoas na próxima semana para que sejam tomadas as providências quanto aos pontos falhos levantados pelo relatório. Segundo o presidente do Crea-AL, Aloísio Ferreira, as barragens são de propriedade pública e de responsabilidade do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). “Constatamos o completo abandono dessas construções, sem manutenção e assistência técnica. Eles não possuem sequer um engenheiro, quando precisam têm que buscar em Fortaleza. Um tremendo absurdo”, disse Aloísio.
 
Entre os problemas encontrados pela FPI nas barragens estão o assoreamento, falta de utilização econômica e social, matadouros despejando dejetos, sangradouros danificados, falta de manutenção, entre outros fatores. “A área está mal utilizada, tem barragem cercada com gado, sendo utilizada por propriedades particulares. Encontramos também vegetação de grande porte o que pode ocasionar erosão e, consequentemente, até um rompimento da barragem”, conta o presidente do Crea-AL. Segundo Aloísio, as barragens ainda não estão no nível de rompimento, mas ele alerta que poderá chegar, caso não sejam tomadas as providências para manutenção.
 
O Crea-AL realizou a FPI levantando mais de 80 pontos, em uma análise completa, seguindo a metodologia da Agência Nacional de Águas (ANA). Aloísio Ferreira disse ainda, que o DNOCS alega não existir recurso e que há três anos tenta aprovar um projeto de manutenção em uma das barragens vistoriadas. “O quadro é realmente preocupante por causa do risco de acidentes. Estamos, no momento, iniciando o planejamento para as próximas FPIs que farão vistorias em pontes, trânsito e rodovias do Estado de Alagoas”, adiantou Aloísio Ferreira.
 
O presidente do Crea-AL participa também, nesta sexta-feira (27), do V Encontro Regional dos Clubes de Engenharia do Nordeste, já que Aloísio foi eleito no ano passado para comandar o Clube de Engenharia de Alagoas. O evento será realizado no salão de convenções do Restaurante Catamarã, localizado na Avenida Sul, no bairro de São José, região central do Recife das 14h às 21h.
 
Vanessa Bahé

ASC Crea-PE