O Projeto Mangue Baja e as conquistas da equipe pernambucana serão destaque no Terça no CREA

A palestra do Terça no CREA da próxima semana, sobre o “Projeto Mangue Baja” será proferida pelo professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e coordenador do Projeto Mangue Baja, Flávio José da Silva e pelo aluno do 8º período do curso de graduação em Engenharia Mecânica pela UFPE e membro da equipe Mangue Baja, Gabriel Ferreira Lourenço.

O encontro acontecerá, no auditório da sede do Conselho, a partir das 19h, da terça-feira (02/05). Os interessados podem se inscrever no link 

Projeto – O Mangue Baja é o projeto de extensão de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A Equipe tem como objetivo desenvolver veículos de competição off-road, uma espécie de laboratório de formação para os futuros profissionais do setor. A Competição BAJA SAE é a competição de fundo tecnológico, da qual participam estudantes e professores, e os carros são bajas, protótipos de estrutura tubular em aço, para uso fora de estrada.

O projeto tem conseguido destaque nas competições regionais, nacionais, e principalmente nos mundiais, nos Estados Unidos. Participando há 18 anos (2000-17), tem se mostrado bastante competente, sendo a universidade com mais tempo no pódio nacional, inovando cada vez mais e buscando o aperfeiçoamento pessoal e profissional de cada integrante. Em 2014 consagrou-se campeã, pela primeira vez, no cenário nacional. Já em 2015 e 2016 obteve a segunda colocação geral e, recentemente, tornou-se bicampeão nacional da competição Baja SAE, se consolidando como uma das referências da competição.

Atualmente, a equipe está angariando fundos para a competição internacional, que acontece no entre os dias 25 e 28 de maio, em Pittsburg, Kansas, nos Estados Unidos. A UFPE, UFMG e a FEI, foram as universidades classificadas para representar o Brasil na competição mundial. Mais informações acesse: www.manguebaja.com, contato: [email protected]

Sobre o professor Flávio José da Silva

Doutor em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (2008), possui mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (1999) e graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade de Pernambuco (1996). Foi professor na Universidade Federal do Espírito Santo, de 2004 a 2013 e, atualmente, é professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com experiência em Materiais e Processos de Fabricação, atuando, principalmente, nos seguintes temas: usinagem, desgaste e mecanismos de desgastes em ferramentas de corte, tratamento criogênico em aço rápido, nitretação a plasma, revestimentos PVD, tribologia e corrosão.