Embaixador Antônio Simões confirma participação da PDVSA na Refinaria Abreu e Lima

O embaixador do Brasil na Venezuela, Antônio Simões, comunicou à delegação brasileira do Sistema Confea/Crea-PE, que a PDVSA – empresa estatal petrolífera da Venezuela – confirmou a decisão de integralizar os recursos necessários para a construção da Refinaria Abreu e Lima, que está sendo construída no Complexo Industrial Portuário de Suape, em Pernambuco, junto com a Petrobras. A assinatura do contrato entre as duas empresas deve sair no próximo dia 28. O valor total a ser investido na refinaria, embora não seja definitivo, é de US$ 12,29 bilhões, ou R$ 22,3 bilhões. Falta agora rever os cálculos de quanto a estatal venezuelana deverá investir para entrar na sociedade. O primeiro cálculo, de que seriam necessários US$ 400 milhões (algo próximo de R$ 728,4 milhões), será revisto, pois a cifra foi calculada com base em números de dezembro passado. Uma consultoria atualizará o aporte da venezuelana com nova base, de janeiro até o mês passado, para chegar ao novo valor. A Petrobras já fechou R$ 4,6 bilhões em contratos. A associação entre o Brasil e a Venezuela com relação à refinaria pernambucana é prometida há pelo menos seis anos.