Capa > Destaque > Crea-PE homenageia professores através de novas publicações da série Cadernos do Semiárido

Crea-PE homenageia professores através de novas publicações da série Cadernos do Semiárido

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), publica no próprio site (www.creape.org.br) na quinta-feira, 15, mais cinco edições digitais da coletânea dos Cadernos do Semiárido: Riquezas e Oportunidades. A data para publicação no Dia dos Professores, vem homenagear o trabalho dos educadores que formam profissionais no Sistema Confea/Crea, especialmente, através da valorização do trabalho do idealizador dos Cadernos, o professor e engenheiro civil Mário de Oliveira Antonino, segundo explicou o presidente do Conselho, ex-aluno do mestre, Evandro Alencar.

As 05 novas publicações vem se integrar a 13 outras edições anteriores, e abordam os seguintes temas:
Caderno 14 – Caprinos e Ovinos Vol.1;
Caderno 15 – Sorgo Caderno 16;
Caderno 16 – Caprinos e Ovinos Vol.2;
Caderno 17 – Feijão-caupi no Semiárido Brasileiro;
Caderno 18 – Educação para o Desenvolvimento Local Sustentável Vol.3

Link para acesso: https://www.creape.org.br/cadernos-do-semiarido-riquezas-e-oportunidades/

O professor Mário tem coordenado o trabalho que conta com o apoio do Crea-PE e de vários outros órgãos. As edições, esclarece, são resultantes da dedicação voluntária de especialistas em temas sobre a luta diária do sertanejo, e das potencialidades do Sertão. Para ele, é importante que saibamos que não podemos evitar a seca, mas, que, somos capazes de pensar e criar novas técnicas alternativas capazes de minimizar os seus efeitos. O presidente Evandro Alencar, nascido no sertão do Araripe, ressalta a importância de divulgação dos valiosos estudos realizados com o nobre objetivo de melhorar a qualidade de vida dos sertanejos.

Medeiros ::.

O Professor Mário
Apaixonado pela profissão e sempre ávido por aprender e ensinar, Mário de Oliveira Antonino, 86 anos, profissional, empresário e professor, participou da formação de gerações de engenheiros em Pernambuco ao longo de mais de 4 décadas. É conhecido pela larga experiência, energia e pelo idealismo como atua, acreditando que “compartilhar conhecimentos é um dos prazeres da vida” assim como ser útil às futuras gerações”.

Construtor de mais de uma centena de obras como igrejas, hospitais, prédios residenciais, comerciais e universitários, hotéis e tantas outras, Mário se confessa “um homem feliz por todas as obras sociais que, como engenheiro lhe foi possível realizar”. Fundou e preside a Academia Pernambucana de Engenharia – APEENG. Foi homenageado com Medalha do Mérito, pelo Confea, – Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, em 2019.

O Mestre Mário de Oliveira Antonino
Engenheiro Civil pela Escola de Engenharia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em 1958; Bacharel em Matemática pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), em 1957; Cursado em Mecânica dos Solos e Fundações, pelo Instituto Tecnológico de Pernambuco, em Concreto Protendido, pelo Instituto de Pesquisas Rodoviárias, em 1970 e em Psicologia Aplicada ao Trabalho, pela Escola de Engenharia da UFPE; Bolsista do Instituto de Matemática da UFPE, onde aprofundou seus estudos entre 1957 e 1961.

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates