Home > Destaque > Terça no Crea inicia celebrações do Dia Mundial do Meio Ambiente

Terça no Crea inicia celebrações do Dia Mundial do Meio Ambiente

A primeira edição do Terca no Crea do mês de junho, com palestra feita pelo biólogo Diogo Araújo, sócio fundador da VertSol sobre o tema “Mudanças Climáticas e Eficiência Energética”, foi uma edição especial que marcou as atividades do Conselho em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

O palestrante abordou questões relativas às mudanças climáticas que interferem diretamente na eficiência energética no nosso País. Como resultados das mudanças do clima apontou aspectos que interferem diretamente na produção de energia como: Redistribuição da Pluviosidade; Déficit Hídrico e os Riscos Hidrológicos. Mas, apesar do cenário que temos atualmente, há uma luz no fim do túnel.

De acordo com o que explicou o biólogo, o Brasil é o País com maior capacidade para gerar energia solar que, traz mais resultados até do que a energia eólica que já está sendo gerada em grande escala no País, especialmente, em estados da Região Nordeste. Diante de todas as possibilidades existentes, o palestrante se diz otimista quanto ao salto que será dado na produção de energia solar no Brasil. “O Brasil, e em especial, o Estado de Pernambuco se destacará, sobre os demais estados do País na produção de energia solar”, informa.

Sobre a geração de energia solar, Diogo Araújo explicou que desperta o interesse de 80% dos setores que buscam trabalhar com a produção de energias renováveis. Outro dado importante: a energia solar pode gerar economia de 95% no valor da conta de luz dos consumidores.

Diferentemente de outras estruturas necessárias à produção de energia renovável, a solar, permite o aproveitamento do espaço “se a instalação das placas for feita em estruturas altas, é possível aproveitar o solo, principalmente nas comunidades que trabalham com Agricultura Familiar. A especificidade garante geração de recursos financeiros gerados pelas duas fontes”, disse explicando ainda que, a prática é chamada Sistema Agrovoltaico.

Concluída a palestra, graças a parceria firmada entre o Crea-PE e a Associação dos Engenheiros Ambientais e Sanitaristas de Pernambuco (AEAMBS-PE), houve distribuição para o público presente, amostras de composto orgânico produzido a partir de restos de alimentos, além de mudas de Pau Brasil, distribuídas pelos representantes das empresas Lógica Ambiental e Cumprimos Soluções Ambientais, Luciana Caribé Cantarelli e Ernandi Monteiro Júnior, respectivamente.

 

Check Also

Terça no Crea vai abordar Mapeamento em Áreas de Risco

Na próxima semana, 01.12, o Terça no Crea vai apresentar palestra no campo da geologia, …