Arcoverde sedia Plenária Itinerante nº 1.836 do CREA-PE

Na noite da sexta-feira (20), o município de Arcoverde distante 253 quilômetros do Recife, foi o cenário para a realização da 6ª plenária Itinerante do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (CREA-PE), 2ª do exercício de 2017, realizada na Escola Técnica Estadual de Arcoverde/PE. A abertura do evento contou com a apresentação folclórica do grupo de Samba de Coco Calixto. A iniciativa de realizar a reunião no Interior do Estado, pioneira da atual gestão, tem como principal objetivo envolver os profissionais da região nas rotinas do Conselho já que, em virtude da distância, nem todos têm acesso os ritos do órgão de classe.
Coordenada pelo presidente em exercício, Waldir Duarte Costa Filho, a primeira parte da Plenária de nº 1.836, se deu com a composição da mesa diretiva pelo presidente do CREA-PE, inspetor Coordenador da regional de Arcoverde, Silvério de Andrade Melo e pelo diretor financeiro da Mútua-PE, Judson Galindo.
Primeiro a falar, o diretor da Mútua informou que, embora os demais membros da Caixa de Assistência Regional estejam licenciados, as atividades continuam sendo executadas. O inspetor, Silvério de Andrade falou da satisfação de receber todos na sua cidade e agradeceu a presença dos profissionais locais. Por fim, o presidente Waldir Duarte Filho, agradeceu a participação dos conselheiros que tiveram que se deslocar do Recife, durante o final de semana para possibilitar a realização da reunião. Agradeceu também ao anfitrião e aos servidores do CREA-PE que trabalharam para que a reunião acontecesse. Finalmente, desejou a todos excelente trabalho e, após anunciar a abertura da sessão, o presidente e demais membros desfizeram a mesa diretiva para que fosse iniciado o próximo item da Programação.
Em seguida, o professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Doutor em Engenharia Civil, engenheiro cartógrafo e Mestre em Ciências Geodésicas e Tecnologias da Informação e inspetor Coordenador da Regional do CREA-PE em Carpina, Erison Rosa e o professor da Universidade de Pernambuco (UPE), engenheiro civil e diretor da Sobrea, Anderson Magalhães, apresentaram palestra sobre os “Aspectos do Sistema Cadastral Brasileiro e da Engenharia de Avaliação na Implantação da Gestão”.
Para discorrer sobre o tema, os convidados falaram das novas tecnologias que capacitam o poder público e empresas privadas para o desenvolvimento de elaboração de mapas que permitem que haja informações exatas quanto à localização, construções em áreas irregulares, assim como mapeamento de arborização, áreas de alagamento e muitos outros dados importantes para a execução de projetos de políticas públicas de desenvolvimento e segurança entre outros.
Após a apresentação acompanhada de explicações técnicas, e a abertura de espaço para perguntas sobre o tema abordado foram encerrados os trabalhos da primeira parte da plenária sendo retomada às 9h, do sábado, no mesmo local, a parte administrativa da Reunião.
No segundo momento do encontro os membros do plenário apreciaram processos de registro de profissional diplomado no exterior, cadastramento de cursos, consulta de atribuições, autos de infração entre outros.