Home > Destaque > Fiscalização Dirigida do Crea-PE segue do Sertão para o Agreste

Fiscalização Dirigida do Crea-PE segue do Sertão para o Agreste

A Fiscalização Dirigida do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), está realizando da segunda até a sexta-feira 14.08, operação  especial no Sertão do Pajeú. A base das ações foi em Serra Talhada, mas, também estão sendo desenvolvidas ações em Floresta, Jatobá e Petrolândia. A apuração feita no final da tarde da quinta-feira, 13.08, apontou a execução de 60 ações de fiscalização.

O número informado pela Gerente de Fiscalização do Crea-PE Aldenice Koga, envolve ainda inspeções nos municípios de São José do Belmonte e Flores. A piscicultura foi o foco principal dessas ações, mas, as fiscalizações ocorreram também em diversos segmentos da Engenharia, Agronomia e Geociências, tais como: construções civis, comércio de defensivos agrícolas, órgãos públicos, usina de energia solar, mineração e empreendimentos agropecuários.

Participando ativamente do trabalho de campo, o presidente do Crea-PE Evandro Alencar, explicou que as atividades de piscicultura, assim como as demais da profissão de engenheiros de pesca também são passíveis de fiscalização. “Como Conselho profissional das Engenharias, Agronomia e das Geociências, cabe ao Crea-PE, garantir que as atividades de piscicultura, assim como outras, sejam coordenadas por engenheiros de pesca. Cabe a esses profissionais a atuação em toda a cadeia de produção de alimentos em meio aquífero, pela proteção do meio ambiente aquático e pelo desenvolvimento da tecnologia de pesca. Os engenheiros de pesca são profissionais com competência para desenvolver atividades técnicas, utilizando-se dos recursos naturais aquícolas, visando ao cultivo e exploração sustentável em meios marítimos e fluviais, assim como desenvolver tecnologias que possibilitem a captura, beneficiamento, conservação e industrialização do pescado, garantindo modernização da atividade pesqueira e redução de desperdícios”, explicou. 

Agreste

Na próxima semana, a equipe abre nova agenda no Agreste, em Caruaru e mais 03 municípios vizinhos. O foco principal vai ser o exercício legal da profissão com responsáveis técnicos em lavanderias da região. É exigido por lei, presença de engenheiro eletricista, mecânico, até químico em atividades desse segmento.

De acordo com mapeamento de ações da Fiscalização em todo o estado, de janeiro a junho deste ano, mesmo com a pandemia, foram elaborados e registrados mais de 5.200 relatórios, fortalecendo a defesa do exercício legal da profissão e proteção de vidas.

Check Also

Curso on-line de Projetos Telefônicos, Internet e Antena de TV (Predial) com 30% de desconto

A empresa Paço Coworking, empresa parceira do CREA-PE, abre inscrições para o curso on-line de …