Capa > Destaque > O engenheiro pernambucano Alexandre Duarte Gusmão é homenageado após eleito presidente da ABMS

O engenheiro pernambucano Alexandre Duarte Gusmão é homenageado após eleito presidente da ABMS

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Evandro Alencar participou, durante a manhã da segunda-feira (05), no Prédio Acadêmico do CTG da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), da Reunião Plenária da Academia Pernambucana de Engenharia (APEENG).

Na oportunidade, os membros da APEENG, parabenizaram e prestaram homenagens ao engenheiro civil Alexandre Duarte Gusmão que, na reunião do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos (ABMS), realizada em setembro, na cidade de Salvador, foi eleito, por unanimidade, presidente da Associação que tem sede no Estado de São Paulo, para o biênio 2019/2020, ano em que a ABMS (2020) comemora 70 anos de fundação.

Eleito presidente da ABMS, Alexandre Duarte Gusmão passa a ser o segundo nordestino a ocupar cargo, sendo o primeiro, o seu pai, o engenheiro Jaime Gusmão Filho.

Na homenagem feita na reunião da APEENG, ex-reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), professor Carlos Calado lembrou que Alexandre Gusmão ingressou como associado da ABMS, ainda como estudante de Engenharia Civil da UFPE. Dois anos após, em 1990, recebeu o Prêmio ICARAHY da SILVEIRA pela melhor dissertação de mestrado brasileira no biênio 1989-1990, com o título “Estudo da Interação Solo-Estrutura e sua Influência em Recalques de Edificações”. O trabalho premiado foi pioneiro nos estudos sobre ISE no Brasil, e está colocado como referência em inúmeras dissertações e teses, além de softwares como o TQS (Brasil) e o ELPLA (Alemanha).

Em 2000, durante as comemorações do Jubileu de Ouro da ABMS, Alexandre Gusmão foi novamente agraciado com o Prêmio Costa Nunes, pela melhor tese de doutorado brasileira no biênio 1999-2000, com o título “Uso de Barreiras Reativas na Remediação de Aquíferos Contaminados”. Esse trabalho foi pioneiro no Brasil, e está colocado como referência em inúmeras dissertações, teses e livros, sendo o único ganhador dos dois mais importantes prêmios acadêmicos da ABMS: Icarahy da Silveira (Mestrado) e Costa Nunes (Doutorado).

Na ABMS Alexandre Gusmão assumiu inúmeras funções, tais como presidente do Núcleo Nordeste, organizador de eventos nacionais (Congresso Brasileiro de Geotecnia Ambiental e Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica). Foi membro da diretoria nacional em várias gestões como secretário executivo e vice-presidente.

Em agosto deste ano (2018), na 74ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (SOEA), realizada em Maceió (AL), indicado pelo Crea-PE, Alexandre Gusmão teve o seu nome acatado pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), para receber a Medalha do Mérito, maior comenda concedida em vida ao um profissional da área tecnológica.

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates