Presidente do Crea-PE participa de Seminário Norte Metropolitano e Mata Norte

Fidem-730x370O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Evandro Alencar, participou, na manhã desta quinta-feira (28), do Seminário Norte Metropolitano e Mata Norte: Desafios e Oportunidades, promovido conjuntamente pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (Condepe/Fidem) e pela Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), quando foi convidado para compor a mesa diretiva do evento. Ao todo, mais de 200 pessoas participaram do encontro.

O objetivo do Seminário foi discutir ações que levem ao desenvolvimento urbano e ambiental de forma ordenada e integrante de 11 municípios do território norte pernambucano. A ação faz parte das atividades previstas por um convênio entre a Agência Condepe/Fidem e a Sudene para fortalecimento institucional de 11 prefeituras do território: Abreu e Lima, Araçoiaba, Igarassu, Itamaracá, Itapissuma, Olinda e Paulista, na Região Metropolitana do Recife, e de Goiana, Itambé, Itaquitinga e Timbaúba, na Mata Norte.

A ideia é capacitar 110 técnicos destes municípios para atuarem em políticas públicas de Planejamento Urbano e Ambiental, buscando fazer com que as administrações municipais se preparem tecnicamente para exercerem o controle nessas duas áreas. O investimento é de cerca de R$ 220 mil.

A palestra do dia tratou sobre o tema central e foi ministrada pela economista Tania Bacelar. Ela abordou três pontos: a região e os ativos e passivos, o novo momento de Pernambuco e o futuro. A economista apresentou um panorama sobre a economia de cada município, destacando que hoje não há mais a monocultura da cana, sendo a região um potencial para a instalação das indústrias. Segundo ela, há oportunidades e desafios. “O desafio é articular o que vem de novo com o que já existe na região”, opinou.

Em seguida, houve a formação de uma mesa redonda sob a coordenação do diretor executivo da Agência Condepe/Fidem, Luciano Pinto, que tratou mais efetivamente sobre a importância do Planejamento e Controle Urbano e Ambiental como mecanismo de crescimento ordenado. A tarde foi reservada para a realização de oficinas de trabalho com a apresentação da situação institucional de cada município.

Estavam presentes secretários executivos estaduais, prefeitos e secretários municipais, técnicos do governo estadual, representantes do empresariado e da sociedade civil, entre outros. Na programação do evento houve a realização de uma palestra e de mesa redonda onde todos puderam debater a temática.