Presidentes participam, em Natal, da última reunião de 2015 do Fórum dos Creas NE

20151123072319A 6ᵃ Reunião Ordinária do Fórum de Presidentes dos Creas do Nordeste acontece nesta sexta-feira ( 20) e sábado ( 21), no Hotel Majestic, em Natal (RN). Diferentemente do que ocorre, nesta última reunião do ano, também participam os representantes dos Creas da Região Norte do País. A mesa dos trabalhos da reunião foi composta pelo coordenador do Colégio de Presidentes (CP), presidente do Crea-BA, Marco Antônio Amigo, coordenador do Fórum dos presidentes dos Creas do Nordeste e Norte, Paulo Roberto (PI) e Laércio dos Santos (Crea-AP), respectivamente, diretores da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea (Mútua), Paulo Roberto Guimarães, Ricardo Veiga e Cláudio Calheiros.

Após os cumprimentos iniciais e a execução do Hino Nacional foi dedicado um minuto de silêncio às vítimas da tragédia de Mariana (MG). Em seguida, o coordenador do Fórum do Nordeste, presidente do Crea-PI, Paulo Roberto, entregou ao presidente Evandro Alencar, certificado de participação no I Encontro de Agentes de Fiscalização no Crea-PI, realizado no período de 28 a 30 de outubro, em Luís Correia (PI).

O presidente do Crea-PE agradeceu ao coordenador Paulo Roberto, ressaltando a importância dos Creas trabalharem conjuntamente em nível nacional. “Acho esse tipo de evento muito importante. Precisamos reproduzir para os outros estados a expertise que alguns regionais têm em áreas específicas. Essa troca de informação ajuda a disseminar uma fiscalização mais eficiente e a fortalecer o trabalho dos nossos fiscais que, como costumo dizer, são o nosso cartão de visita. Se não tivermos fiscais preparados e atuantes não desempenhamos bem o nosso papel”, explicou.

Sobre o acidente ocorrido em Mariana (MG), a presidente do Crea-PB, Giucélia Figueiredo, criticou a omissão do Confea. “A omissão do nosso federal é um fato inaceitável. Ficarmos quietos diante de uma situação de tamanha gravidade nos deixa numa posição questionável quanto ao nosso papel e a nossa legitimidade”, criticou.

Diante da reclamação da maioria dos presidentes, será elaborado um documento solicitando ao Confea celeridade na emissão dos certificados de serviços relevantes prestados a Nação.

O último ponto discutido durante a manhã desta sexta-feira tratou sobre os valores relativos ao custeio da máquina da Mútua e os valores dos benefícios. A provocação foi feita pelo presidente do Crea-PI que, apoiado pelos demais presidentes, teve seus questionamentos respondidos pelo diretor-presidente da Mútua, Paulo Roberto Guimarães.

Dilma Moura

ASC do Crea-PE