Crea-PE participa de debate do Crefito sobre a Síndrome Congênita do Zika Vírus

CrefitoA assessora jurídica do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Nathalia Amorim, representou o presidente do Crea-PE, Evandro Alencar, no 1° Encontro de Profissionais que Assistem Crianças e Adolescentes com Ênfase na Síndrome Congênita do Zika Vírus, desenvolvido pelo Grupo de Trabalho do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 1ª Região (CREFITO-1). O encontro foi realizado no sábado (02), das 8h às 18h, no auditório da Faculdade Estácio – Recife.

“A oportunidade de participar do evento junto aos profissionais da área de fisioterapia e terapia ocupacional foi enriquecedor​a​, uma vez que tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais das dificuldades enfrentadas pelas crianças com microcefalia. Dessa forma, possibilitou ao Crea-PE vislumbrar possíveis ações em busca de soluções conjuntas”, destacou Nathalia Amorim. Segundo ela, “é indispensável a mobilização de profissionais das diversas áreas. A iniciativa do Crefito demonstra sua responsabilidade social e o Crea-PE possui todo interesse em fazer parte deste processo de construção”.

O objetivo do encontro foi de estimular a participação e facilitar a troca de conhecimentos e experiências dos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais que atendem pacientes com Síndrome Congênita do Zika Vírus, além discutir as questões teóricas e práticas dos casos clínicos e identificar as dificuldades e potencialidades relacionadas ao atendimento nos diversos níveis de atenção à saúde. A ideia foi reunir profissionais da Rede Própria e da Rede Conveniada às Secretarias Municipais de Saúde, do Estado de Pernambuco, vinculados ao NASF, ao SUS ou à Saúde Suplementar. Tanto os que já atendem os pacientes da Síndrome quanto os que tenham experiência comprovada na área pediátrica, nos diversos níveis de complexidade de atendimento.

Completaram o público do evento, acadêmicos de fisioterapia e terapia ocupacional que ministrem disciplinas específicas em Neonatologia e Pediatria e preceptores de estágios curriculares em Neonatologia e Pediatria. Também foram convidados a participar do evento, profissionais de saúde e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) que estejam na assistência às crianças que estarão no estudo clínico.

Rui Gonçalves
Do Crea-PE, com informações da Assessoria