Capa > Arquivo > Eleições: protocolo sanitário é reforçado nos locais de votação

Eleições: protocolo sanitário é reforçado nos locais de votação

Pautados em protocolos de organismos de saúde nacionais e internacionais, os Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (Creas) estão empenhados em garantir a segurança de votantes e mesários no dia das eleições, que neste ano acontecem em um cenário atípico. Diante da pandemia de covid-19, o Sistema Confea/Crea e Mútua trabalha para minimizar o potencial de contágio por coronavírus e, assim, preservar a saúde de todos.

Agendado para 15 de julho, o processo eleitoral visa “garantir o período dos mandatos de três anos, sem colocar em risco a legitimidade do processo democrático de escolha dos dirigentes do Sistema”, como ressalta a Comissão Eleitoral Federal. Neste ano, serão eleitos profissionais para os cargos de presidentes do Confea e dos Creas, conselheiros federais (BA, TO, MA, PR e RS) e diretores-gerais e administrativos das Caixas de Assistência dos Profissionais dos Creas (Mútua).

A votação terá início às 8h e término às 19h. Serão utilizadas cédulas oficiais em urna convencional, e a apuração será manual, como definido na deliberação da Comissão Eleitoral do Confea.

Protocolo sanitário

Os Creas foram orientados pela Comissão Eleitoral Federal (CEF) a implementar um protocolo de medidas preventivas ao coronavírus. Entre as regras, estão o uso obrigatório de máscaras tanto pelos mesários quanto pelos eleitores, distanciamento e higienização com álcool 70% de mãos, mobiliário e equipamentos.

Representantes do Crea-PB e AEST-PB durante a vistoria no dia 7

Além de cumprir todo o protocolo determinado pela CEF, o Crea-PB decidiu realizar ações autônomas. Em parceria com a Associação de Engenharia de Segurança do Trabalho da Paraíba (Aest-PB), elaborou protocolo próprio, que detalha e amplia as medidas preventivas a serem implantadas em cada etapa do processo eleitoral. Na terça-feira (7), foi realizada vistoria preliminar no ambiente de votação da sede, em João Pessoa. Engenheiros de Segurança do Trabalho também serão convocados para realizar a mesma vistoria nas inspetorias. O protocolo produzido em parceria pelo Crea e a entidade baseia-se na legislação vigente, priorizando as medidas de engenharia, de organização do trabalho, administrativas, equipamentos de proteção individual e em observância com deliberações da CEF. Ele contém recomendações sobre o layout dos locais de votação, procedimentos de mesários e eleitores, equipamentos de proteção e higiene pessoal e coletiva. De acordo com o presidente em exercício, toda a equipe que trabalhará no processo eleitoral receberá treinamento específico baseado nos protocolos de segurança relacionados à covid-19. “Nós estamos ofertando as profissionais todas as medidas que são conhecidas mundialmente para prevenção ao coronavírus. Nossa prioridade absoluta é assegurar a todos o exercício da cidadania profissional de maneira segura e legítima”, afirma Luís Eduardo.

No Crea do Pará, a sede do Conselho já passou por duas higienizações completas e os profissionais que estiverem no grupo considerado de risco terão dois horários prioritários para comparecer à votação. “A segurança de todos que frequentam as dependências do Crea-PA vem sendo a nossa prioridade. Passamos por período de home office, lockdown e hoje vivemos um período de gradual reabertura. Tomamos todas as medidas possíveis para poder reabrir e tem dado certo. Mas entendemos que a pandemia ainda não passou e, por isso, também flexibilizamos a jornada de trabalho para os servidores que possuírem familiares doentes. Também colocamos à disposição um médico do trabalho para os servidores”, diz o presidente em exercício do Regional, eng. eletric. e civ. Ricardo Accioly.

Outro Crea que providenciou a desinfecção de ambientes foi o de Pernambuco. A gestão investiu ainda na limpeza dos condicionadores de ar e montou logística de entrega de máscaras, protetores faciais, álcool gel 70%, luvas de plástico e de látex, fitas demarcadoras, sinalização e readequação de espaços, tanto na sede no Recife, como nas 14 inspetorias e no escritório de Jaboatão dos Guararapes. O presidente do Crea-PE, eng. civ. Evandro Alencar, ressaltou que o suporte operacional foi integral, visando proteção à vida dos profissionais e colaboradores desta ação, garantir segurança na realização desta agenda, fundamental para fortalecer o processo democrático do Sistema em Pernambuco, alinhado com as medidas dos Regionais de todo o país.
No Rio Grande do Norte, a votação ocorrerá em Natal (sede e anexo do Crea) e nos municípios de Assú, Caicó, Currais Novos, Macau, Mossoró e Pau dos Ferros. Para o presidente em exercício do Crea-RN, eng. civ. Francisco Vilmar Segundo, a saúde dos profissionais está em primeiro lugar. “Estamos cumprindo uma determinação da Comissão Eleitoral Federal e para segurança dos que participarão do pleito é importante informar que todas as medidas de prevenção e combate ao contágio foram tomadas, inclusive com a desinfecção dos locais de votação”. Vilmar Segundo ressalta, ainda, que todo o pessoal que trabalhará nas eleições foi treinado e está ciente dos cuidados a serem tomados.

Os mesários do Crea-MA também serão preparados para trabalhar nas eleições. No próximo dia 10 a Comissão Eleitoral Regional fará treinamento virtual com todos. Além disso, diversas reuniões estão sendo realizadas pelos gestores do Conselho, comissão, servidores da sede e das inspetorias para tratar das orientações protetivas. O ritmo de trabalho é intenso para concluir providências necessárias para a segurança dos profissionais e de todos os que participarão do pleito, como conta o presidente em exercício do Crea-MA, eng. mec. Nelson José Bello Cavalcanti. “Adquirimos todos os equipamentos de proteção necessários para o desempenho dos trabalhos que serão realizados pelos mesários, tais como máscaras e protetores faciais, além de organização de filas nos locais de votação para manter o distanciamento, incluindo fila exclusiva para idosos, uso do álcool em gel e outras medidas necessárias para garantir a saúde de todos durante este momento de pandemia”.

Atenção, profissionais!
Entre as recomendações da Comissão Eleitoral Federal para os profissionais são: usar máscaras, evitar o contato físico com outras pessoas, ao tossir ou espirrar devem usar lenço de papel ou o braço, lavar as mãos com frequência ou usar álcool em gel. A aglomeração de pessoas será proibida, o uso de elevadores deve ser evitado, o distanciamento mínimo entre as pessoas deve ser de 1,5 m.

Caso o profissional ainda não saiba seu local de votação, assim como a urna, basta acessar o ambiente do profissional no Sitac e verificar, na parte superior todas informações referentes às Eleições 2020.

Poderão votar nas eleições todos os profissionais registrados e em dia com as obrigações perante o Sistema Confea/Crea, desde que tenham quitado seus débitos até o dia 15 de junho no respectivo Crea. Os profissionais que estiverem com a anuidade de 2019 paga, e não possuírem outros débitos, estarão aptos a votar. No dia da eleição o profissional deve levar um documento original com foto.

Fonte: www.confea.org.br/

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates