Em Aracaju Fórum dos Presidentes dos Creas do Nordeste discute extensa pauta

DSCF4658Na abertura da 2ᵃ Reunião Ordinária do Fórum de Presidentes dos Creas do Nordeste, que acontece nesta sexta-feira e sábado (10 e 11), no Aquarius Praia Hotel, em Aracaju (SE), o presidente Arício Resende da Silva, anfitrião do evento, deu as boas vindas aos presentes e se colocou à disposição para atender a qualquer sugestão ou solicitação dos seus pares. Em seguida, o coordenador do Fórum e presidente do Crea-PI, José Roberto Ferreira de Oliveira, agradeceu a presença de todos, passando a palavra ao ex-coordenador do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua e ex-presidente do Crea-SE, Jorge Silveira, que aproveitou a oportunidade para falar da sua intenção de concorrer nas próximas eleições para a escolha dos novos gestores da Mútua nacional.

Logo após, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de DSCF4662Pernambuco (Crea-PE), Evandro Alencar, saudou a todos colocando o Crea-PE à disposição, para a melhoria, o fortalecimento e o engrandecimento do Fórum.

Sobre o pedido de apoio nas eleições para presidente da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea (Mútua), o engenheiro Jorge Silveira se colocou à disposição para ser um elo de defesa dos interesses do Fórum junto à Mútua. “Queria dizer que podem contar comigo para ser esse elo entre o Fórum e a Mútua e, se pudesse contar com o apoio integral dos Creas do Nordeste, ficaria muito mais fortalecido para participar do pleito. No entanto, dependendo da composição que será feita, poderá dar tudo errado e eu não tenha mais interesse em concorrer ao cargo. Tudo vai depender das futuras decisões que serão tomadas em breve”, concluiu o ex-presidente.

O presidente do Crea-RN, Modesto Ferreira dos Santos, chamou a atenção dos colegas para a necessidade de se tratar urgentemente dos seguintes assuntos: nepotismo no Sistema Confea/Crea e Mútua, criação no whatsapp, de um grupo dos presidentes dos Creas do Nordeste; solicitação de resposta do Confea quanto à prestação de contas dos Creas; viabilização de cursos de atualização profissional e retomada das discussões acerca da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) que, segundo o presidente, voltou a ser discutida. Na conclusão da sua fala, o presidente Modesto declarou apoio à eleição do engenheiro Jorge Silveira. “Quero declarar, publicamente, que voto no engenheiro Jorge Silveira para presidente da Mútua. A gestão da Mútua, não é uma questão de ordem individual. Temos que mostrar o poder do Nordeste. Vejo na eleição de Jorge Silveira, um protetor do Fórum dos Presidentes dos Creas do Nordeste”, concluiu o presidente do Crea-RN.

A presidente do Crea-PB, Giucélia Araújo de Figueiredo, cumprimentou o presidente Arício Resende Silva, anfitrião da reunião, saudou “de forma afetuosa o colega José Mário, ex-presidente do Crea-PE”, convidado para participar da reunião, e parabenizou o engenheiro Paulo Roberto, por assumir a coordenação do Fórum. “É uma honra ser coordenada por você e as nossas expectativas são muito grandes para que você consiga fazer com que o Colégio do Nordeste se fortaleça e que você seja defensor das nossas posições e encaminhamentos junto ao Colégio de Presidentes”, pediu a presidente.

Com relação à atuação e ao papel da Mútua, a presidente Giucélia Araújo, disse que “embora tenha criticas e ressalvas, acreditamos que a Mútua pode contribuir. Temos que lutar para que os recursos sejam revertidos para os profissionais. A Mútua se comporta como um banco. A reserva financeira da Mútua é monstruosa. Tem que servir para um intenso programa de qualificação para os nossos profissionais. Atualmente, a Mútua serve como moeda de troca, fato que tira a legitimidade até mesmo dos representantes eleitos para gerir a Caixa”, criticou a presidente do Crea-PB.

DSCF4655Com a palavra, o ex-presidente do Crea-PE, José Mário Cavalcanti, agradeceu a deferência do Fórum, em particular do coordenador Paulo Roberto, em convidá-lo para participar da reunião e agradeceu a colaboração do Crea-PE, na pessoa do presidente Evandro Alencar, em viabilizar a sua participação.

Aproveitando as declarações de apoio à candidatura do engenheiro Jorge Silveira, o presidente do CREA-PE, Evandro Alencar, se comprometeu não só a votar no candidato como também, em trabalhar para garantir outros apoios.

Durante todo o dia os presidentes dos nove estados do Nordeste discutiram uma vasta pauta que incluiu ainda questões acerca da situação legal da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART); situação econômica dos Creas do Nordeste; revisão da Decisão Plenária PL 1230/2007 do Confia, que dispõe sobre o registro de firma individual; habilitação para elaboração de Projetos de Combate a Incêndio; situação do Crea-SP; Soe-a; Podais; e, por sugestão do presidente do Crea-PE, Evandro de Alencar, ainda discutiram a criação de uma linha de financiamento, que deverá ser oferecida aos profissionais, pela Mútua, para aquisição e implantação de plantas solares e qualquer outro mecanismo capaz de produzir energia renovável.

Por volta das 19h a reunião foi encerrada e amanhã (sábado, 11), será retomada, a partir das 9h.

 

Dilma Moura

ASC do Crea-PE