Em reunião no Norte do País, Colégio de Presidentes aprova, por unanimidade, propostas do Crea Pernambuco

11401384_821675857927759_8012606910768906171_nEm Porto Velho (RO), onde participou até o sábado (12), da 3ª Reunião Ordinária do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Evandro Alencar, só tem o que comemorar. Duas propostas feitas pelo presidente pernambucano foram aprovadas por unanimidade pelo colegiado.

A primeira proposta, feita na segunda reunião Ordinária do Fórum dos Presidentes do Nordeste, realizada em Aracaju (SE), entre os dias 10 e 11 de abril, diz respeito à criação de uma linha de crédito da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea (Mútua), para projetos de energias limpas e renováveis. Essa linha permitirá ao profissional ter acesso ao financiamento, por exemplo, de instalação de células fotovoltaicas em residências ou pontos comerciais. Apesar do clima tropical e da grande oferta de sol que existe no nosso País, os projetos de energia limpa ainda são pouco acessíveis, em virtude do valor dos investimentos necessários. “A ideia é que o profissional deixe de pagar uma ‘despesa’, que é a conta de energia, e passe a pagar ‘um investimento’, e de forma temporária”, declarou o presidente Evandro Alencar.

Outra boa notícia que envolve também benefícios para os presidentes, chefes de Gabinetes e assessores de Comunicação dos Creas, foi a aprovação da proposta a ser encaminhada ao Confea, para realização de um media training, em nível nacional, com o objetivo de viabilizar uma melhor relação entre os gestores dos Creas e a imprensa, capacitando-os para esclarecer melhor aos profissionais e à sociedade sobre qual a importância e o papel dos Conselhos de Engenharia.

“Ficamos muito felizes com as aprovações. Elas demonstram que as nossas contribuições são importantes e que podem fazer a diferença para o crescimento e a melhoria do nosso Sistema profissional”, comemora Alencar.

Na mesma reunião, serão realizadas palestras sobre “O Tratamento de Águas Residuais” e sobre “As Águas do Rio Tejo”, ambas realizadas por convidados estrangeiros.

Dilma Moura

ASC do Crea-PE