Passado e presente se encontram por um Crea mais forte

DSCF2669Com a expectativa de repassar informações que ajudem a aprimorar os resultados exitosos da atual, para a próxima administração, que se inicia no dia 1º de janeiro de 2015,  ocorreu a primeira reunião de transição do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), que teve como gestor por dois mandatos consecutivos o engenheiro José Mário Cavalcanti, aconteceu, na sexta-feira (05), na sede do órgão, na presença de equipe indicada pelo Crea-PE, o chefe de Gabinete, Osvaldo Fonsêca, o superintendente Roberto Arrais e o assessor de Planejamento da Presidência, Romildo Florentino.

À equipe coube o compilamento e o repasse das informações administrativas, financeiras e jurídicas para o novo presidente eleito no pleito do dia 19 de novembro, engenheiro civil Evandro Alencar e para a sua equipe, composta pelo engenheiro agrônomo e coordenador da Câmara Especializada de Agronomia, Joadson de Souza Santos, pelo engenheiro eletricista Plínio Rogério Bezerra e Sá e pelo geólogo Waldir Duarte Costa.

Antes de tratar dos assuntos atinentes à transição o atual presidente José Mário Cavalcanti fez questão de ressaltar a importância do trabalho de transição, que considera indispensável ao bom encaminhamento das questões que se encontram em andamento, a exemplo da elaboração do Ato Normativo que exige a aposição de placa contendo informações acerca dos profissionais e dos serviços de Engenharia de Segurança do Trabalho em todas as obras, sobre as solicitações de registro de novos cursos e pendências documentais que por falta de quórum do plenário, deverão receber Ad Referendum para posterior homologação do Pleno.

Já o assessor Romildo Florentino relatou documento que passou para a equipe que trata, entre outras questões, de informações acerca do incremento de receita e de possíveis ações que venham contribuir para um maior crescimento econômico do órgão, ações de fiscalização e investimentos tecnológicos realizados.
O chefe de Gabinete, Osvaldo Fonsêca, a quem estão diretamente ligadas algumas áreas do Crea-PE, passou relatórios individuais contendo informações acerca da estrutura e das atividades desempenhados e cada uma das unidades.

O superintendente, Roberto Arrais falou da confecção dos cadernos técnicos de Convivência com o Semiárido de autoria do engenheiro e professor Mário Antonino, do convênio com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para viabilizar, junto às prefeituras dos municípios pernambucanos com menos mais de 50 mil habitantes, cooperação técnica para a implantação do Plano Municipal de Saneamento Básico.

Após as exposições dos atuais gestores, o presidente eleito Evandro Alencar fez questionamentos sobre acerca do orçamento de 2015 e relativas à área de pessoal. Também tiraram dúvidas sobre as exposições os membros da equipe de transição da nova gestão.
Esclarecidas às dúvidas, o presidente José Mário elogiou a condução dos trabalhos. “É grande a minha satisfação em ter um momento como este, que se deu no mais absoluto entendimento das partes e a maior transparência, com total fidelidade nas informações repassadas, para você assumir seu mandato sem nenhum tipo de problema. Estou repassando o Conselho para você com um pequeno superávit, coisa que não conseguimos obter nos cinco anos anteriores”, informou satisfeito, José Mário.
Ao final do encontro, a equipe do presidente eleito anunciou que, se todas as respostas estiverem contempladas no material entregue, não haverá necessidade de mais reuniões e, caso haja, será marcada uma nova data assim que os documentos forem analisados.

Dilma Moura
ASC do Crea-PE