Capa > Destaque > Proposta do presidente Evandro Alencar para criação de linha de crédito para projetos de energias renováveis é aprovada pelo Plenário do Confea

Proposta do presidente Evandro Alencar para criação de linha de crédito para projetos de energias renováveis é aprovada pelo Plenário do Confea

 

DSCF4791Os conselheiros federais reunidos, na terça-feira (11), analisaram, na segunda sessão extraordinária de 2015, 14 processos, entre eles, dois que tramitaram nas Comissões de Controle e Sustentabilidade do Sistema (CCSS); e de Organização, Normas e Procedimentos (Conp), que concedem benefícios para os mutualistas.

Dentre os processos analisados e aprovados está o de criação de linha de crédito para projetos de geração de energias renováveis, proposto pelo presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Evandro Alencar, que teve a proposição aprovada primeiro pelo Fórum de Presidentes dos Creas do Nordeste, depois pelo Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua e, por fim, pelo Plenário do Federal.

Sobre a conquista, o presidente Evandro Alencar comemora o resultado. “Estamos satisfeitos com a aprovação da nossa proposta, principalmente, por que o benefício atenderá a necessidade não só dos profissionais, mas também do País, que passa por uma grave crise na geração de energia. Sabemos que precisamos encontrar alternativas tecnológicas que nos possibilitem superar as dificuldades que teremos que enfrentar em médio e longo prazos, em virtude da escassez dos nossos recursos naturais”, alertou Evandro Alencar.

O novo diretor-presidente da Caixa de Assistência dos Profissionais (Mútua), Paulo Guimarães, que será empossado juntamente com toda a diretoria, em Brasília, na segunda-feira (24), disse ao presidente Evandro Alencar que gostaria muito que a concessão do primeiro benefício Energia Renovável , fosse feita para a execução de um projeto de profissional do Estado de Pernambuco, homenageando, assim, o idealizador do benefício.

Os benefícios reembolsáveis aprovados são de Propriedade Intelectual, Energia Renovável e o Benefício Inovação, que passam a estar disponíveis já a partir de agora. Também foram aprovados, mas ainda precisam ser homologados, os benefícios Imobiliário e Aporte Prev, também reembolsáveis. Além da criação da linha de benefícios reembolsáveis foi aprovado, para homologação, o benefício Assistencial Express. “A aprovação desses benefícios aos profissionais está em consonância com a lei, que prevê que parte da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) será convertida em benefícios a serem disponibilizados pela Mútua aos profissionais”, disse o presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), José Tadeu da Silva.

Dilma Moura

ASC do Crea-PE

 

 

 

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates