Crea-PE

Secretária Cínthia Mello apresenta ao Crea-PE projeto de reordenamento urbano de comunidades

Presidente do Conselho, Adriano Lucena, colocou a entidade e seus profissionais à disposição para colaborar com o planejamento apresentado

O Crea-PE foi palco da apresentação da secretária de Projetos Especiais da Prefeitura do Recife, Cínthia Mello, sobre o projeto de reordenamento urbano para as comunidades Irmã Dorothy, Beira da Maré, Nova Esperança e Aritana. “Estamos chamando o Crea para contribuir com esse projeto e fazer uma parceria para interação com a comunidade na questão da moradia”, observou a secretária, afirmando: “a gente vai afinar os pontos para fazer o termo de cooperação”.

“Queria agradecer a secretária por trazer a apresentação da construção daquilo que está sendo feito e, no instante que ela traz o projeto aqui, ela quer a nossa opinião. É um período de concepção, que cabem as contribuições”, avaliou o presidente do Crea-PE, Adriano Lucena. Ele acredita que nesse processo a sociedade e moradores precisam participar também das decisões, porque eles é que vão morar nas comunidades.

Um dos principais debates do Crea-PE, segundo Lucena, é a moradia digna para todo o mundo. “Isso gera saúde, bem-estar e faz o próprio Estado economizar recursos com medicamentos com essas pessoas que moram sem saneamento, sem água de qualidade”, afirmou o presidente do Crea-PE, destacando que o empresário ganha também quando seus trabalhadores não adoecem e deixam de faltar ao trabalho.

Cínthia Mello explicou que a prefeitura já fez um trabalho social de diagnóstico nas comunidades. São locais, conforme informações da secretária, de degradação social urbana, com a ausência de saneamento básico, de água, de estrutura de equipamentos públicos e também da própria assistência social.

Na sua apresentação, a secretária enumerou os objetivos do projeto: promover integração urbanística, habitabilidade e urbanidade; adotar estratégias de reassentamento de baixo impacto; adotar arranjos habitacionais relacionados com a forma de morar; promover fruição na borda d’água; e promover a recomposição da vegetação de preservação permanente. Adriano Lucena colocou o Crea-PE e seus profissionais para auxiliar na execução do projeto, com garantia de bem-estar social e técnico às comunidades.

Skip to content