Consema aprova criação da APA Aldeia-Beberibe

O Conselho Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco (Consema/PE) aprovou, na sexta-feira (27), em Petrolina, a proposta de criação da Área de Proteção Ambiental (APA) Aldeia-Beberibe. A APA, implementada na Região Metropolitana do Recife (RMR), compreende parte dos municípios de Camaragibe, Recife, Paulista, Abreu e Lima, Igarassu, Araçoiaba, Paudalho e Tracunhaém, em um total de quase 31 mil hectares. O presidente do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, participou da reunião. No dia 5 de novembro deste ano, a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente (Sectma) realizou audiência pública, no município de Aldeia, para discutir a implantação e a viabilidade de gestão dessa APA. Com a aprovação do Consema, a Sectma encaminhará para a assinatura do governador Eduardo Campos, a minuta de decreto que instituirá legalmente a APA Aldeia-Beberibe. O secretário executivo de Meio Ambiente da Sectma, Hélvio Polito, destacou que após assinatura do governador para criação da Unidade de Conservação (UC), o grande desafio será definir o conselho gestor que irá trabalhar em conjunto com a Agência Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (CPRH), órgão responsável pela gestão das UCs estaduais. A coordenadora do grupo de trabalho responsável pela criação da APA, Giannina Cysneiros, explicou que para finalizar a proposta, foram realizadas diversas reuniões com agentes ambientais da região, secretários e diretores ambientais dos municípios envolvidos. “Analisando os planos diretores das prefeituras envolvidas, verificamos que todas já tinham em comum o interesse estratégico para preservação dos recursos hídricos e florestais daquela região”, ressaltou. Hélvio lembrou, ainda, da importância dos benefícios que uma UC pode trazer para os municípios, através dos recursos de compensação ambiental do ICMS Socioambiental. *Com informações da ASC do Consema