Crea-PE cria Núcleo de Ações para prestar ajuda à Palmares

Dando continuidade às atividades da organização do Grupo Técnico para prestação de assistência técnica aos municípios atingidos pelas enchentes na Mata Sul de Pernambuco, o presidente do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, juntamente com representantes de entidades de classe e profissionais que trabalharão como voluntários para a reconstrução de Palmares (PE), esteve, na manhã de quinta-feira (15), na cidade para uma visita de “reconhecimento”. Depois de ouvir, na sede da prefeitura de Palmares, o vice prefeito, João Bezerra, o procurador do município, Ary Bezerra, e ainda o coordenador dos trabalhos que estão sendo feitos pelo Governo do Estado, Victor Vieira, o GT, liderado pelo presidente do Crea-PE, criou um Núcleo de Ações que será coordenado pelo professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e representante do Instituto de Arquitetos (IAB-PE), Ney Dantas.

Caberá ao Núcleo, traçar o planejamento das ações para a atuação dos técnicos nos locais mais atingidos e de maior prioridade de assistência. Serão feitos estudos de reurbanização, recuperação de espaços públicos urbanos, da economia local e de áreas degradadas através prospecções geológicas. Também serão realizados estudos de recuperação florestal, principalmente, das margens dos rios. Por fim, os técnicos voluntários irão integrar os grupos operacionais já existentes.

 

Na conversa, o presidente do Crea-PE, explicou que o grupo formado por especialistas das diversas áreas tecnológicas do Sistema Confea/Crea/Mútua, estava lá para oferecer ajuda técnica na área de conhecimento de cada uma das categorias profissionais representadas. Para isso, José Mário disse ser necessário um trabalho consistente, com informações objetivas e competentes, além de fotos e orçamento necessário para recuperação dos locais atingidos pelas enchentes, que será fornecido aos gestores da crise para que sejam tomadas as medidas cabíveis. O presidente explicou ainda, que os profissionais da Engenharia e da Arquitetura também poderiam contribuir com o trabalho do replanejamento da cidade, principalmente, para que sejam preservadas as áreas de riscos.

 

Na sua opinião, os trabalhos mais urgentes deverão ser os das vistorias nas edificações, na rede de drenagem urbana, que necessitará de uma profunda recuperação. Em seguida, o vice prefeito de Palmares, João Bezerra, falou da satisfação de receber o grupo e destacou a necessidade da urgência nas vistorias, vez que, muitas famílias estão voltando às suas casas sem a certeza da segurança do imóvel.

 

O representante do Governo do Estado em Palmares, Victor Vieira, explicou que o Estado está priorizando, nesse primeiro momento, limpeza das vias e ajuda aos desabrigados. Para a segunda etapa dos trabalhos, já está sendo conduzido processo de desapropriação amigável de uma área de 216 hectares para construção de novas unidades residenciais e equipamentos públicos.

 

Também dentre os trabalhos que serão conduzidos pelo Núcleo de Trabalho, está o amadurecimento dos planos para realização de um seminário e um workshop, com a finalidade de sistematizar experiências de países como Indonésia e Haiti, capazes de ampliar a ajuda à Palmares.

 

Dilma Mura

ASC do Crea-PE