Encontros microrregionais do CEP começam em Garanhuns

Recife, 17 de maio  de 2013 

Aconteceu na noite da quinta-feira (16), no Hotel Tavares Correia, em Garanhuns, o primeiro encontro microrregional, preparatório para o 8° Congresso Estadual dos Profissionais (CEP), que será realizado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), entre os dias  12 e 13 de julho, Recife.

Na abertura do encontro, que reuniu profissionais e autoridades locais, a mesa foi composta pelo presidente e primeiro vice-presidente do Crea-PE, José Mário Cavalcanti e Arnaldo Cardim, respectivamente, pelo secretário municipal de Agricultura, Epaminondas Borges, pelo coordenador inspetor de Garanhuns, Rodrigo Xavier e pelo coordenador da Comissão Organizadora do CEP, Plínio Rogério Bezerra e Sá.

José Mário iniciou o evento cumprimentando a mesa e a todos os participantes, destacando as presenças do chefe de Gabinete do Crea-PE, Osvaldo Fonsêca, do diretor financeiro da Mútua, Judson Galindo e do diretor Geral do Campus Garanhuns, do IFPE, José Carlos de Sá e sobre a importância do encontro explicando seus objetivos.

“Este evento tem como objetivo principal, além do congraçamento entre os que fazem o nosso Conselho e os profissionais abrangidos pelo Sistema Confea/Crea/Mútua, estabelecidos na região jurisdicional da Inspetoria de Garanhuns, discutir propostas de modernização da Lei n° 5.194/66, que vem regendo as nossas atividades profissionais há quase 50 anos”, disse o presidente acrescentando que “uma mudança se faz necessária urgentemente, em face da evolução das atividades abrangidas pelo Sistema; pelos avanços da sociedade e tecnológicos; pelos novos paradigmas que estão sendo suplantados; pelos novos campos de exploração dos recursos naturais, pelos novos perfis profissionais e, principalmente, pelos novos desafios e mais compromissos assumidos com o conjunto da sociedade para uma eficiente, abrangente, inclusiva e socialmente justa prestação de serviços pelo progresso econômico e social da Nação brasileira”, concluiu desejando bom trabalho a todos e passando a palavra ao vice-presidente do Crea-PE.

Arnaldo Cardim, também bastante otimista, falou da satisfação de participar da solenidade. “A nossa presença neste evento demonstra, mais uma vez, a importância que tem o Sistema Confea/Crea. É com muita satisfação que representamos a diretoria do Crea-PE neste encontro com profissionais, quando, colocamos o Conselho mais próximo dos profissionais, demonstrando claramente, que não somos uma entidade corporativista. Quero também dizer, que independente do CEP, estamos empenhados em tratar de outros temas que possam aproximar os profissionais dos municípios do Estado e que tenho certeza de que sairemos daqui com grandes contribuições”, concluiu Cardim.

Depois de formada a mesa dos trabalhos que contou com o coordenador da Comissão Organizadora do CEP, Plínio Sá, além dos demais integrantes, o engenheiro florestal Nielsen Christianni, a engenheira de pesca Cláudia Fernanda Oliveira e do engenheiro eletricista André Carlos Lopes. Foram feitas duas breves palestras para explicação e contextualização do processo como um todo.

Primeiro a falar, o engenheiro Nielsen Christianni, explicou como funcionam a estrutura e os procedimentos do Congresso. Em seguida foi a vez de Arnaldo Cardim falar sobre o Marco Legal do Sistema Confea/Crea/Mútua.

Após as palestras, foi aberto o debate para a participação dos presentes, que sugeriram propostas para a mudança da Lei 5.194/66. O segundo encontro preparatório acontecerá na quinta-feira (23), na cidade de Caruaru.

 

Dilma Moura

ASC do Crea-PE