Presidente do Crea-PE participa de almoço com Mendonça Filho no Sinduscon

O presidente do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, participou no dia 31 de agosto do Ciclo de Palestras promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de Pernambuco (Sinduscon-PE). O almoço contou com a participação do ex-governador Mendonça Filho, que ministrou palestra sobre infraestrutura e desenvolvimento.

O ex-governador analisou as obras estruturadoras realizadas durante os oito anos do governo anterior do qual fez parte. Para Mendonça Filho, uma boa estratégia de desenvolvimento se faz a partir de pontos como equilíbrio fiscal, políticas de incentivo à educação, equilíbrio do quadro fiscal, qualificação de gestores e organização social.

A partir desses pressupostos, disse o convidado, é possível promover ações bem sucedidas de infraestrutura capazes de alavancar o processo de desenvolvimento. Para exemplificar o que disse, Mendonça Filho elencou alguns investimentos que resultaram na melhoria do Estado, a exemplo da modernização dos aeroportos de Petrolina e Caruaru.

O palestrante também falou da implantação da termoelétrica que representa hoje um fator de segurança para o crescimento do Porto de Suape, a implantação do gasoduto, que liga Recife a Caruaru, e a melhoria e aumento da capacidade de fornecimento de água e saneamento, por meio do Projeto Águas de Pernambuco, entre outros.

O ex-governador chamou a atenção para a questão da educação que, em sua opinião, é fator essencial ao crescimento. Para ele, o grande problema do desenvolvimento não reside na falta de recursos, mas na qualidade de gestão.

DESAFIOS – As obras da Transnordestina, da Transposição do Rio São Francisco, das BRs 104 e 408 e o Projeto Pontal no Vale do São Francisco foram destacadas por Mendonça Filho como grandes desafios para as gestões de hoje e do futuro.

Após a palestra, o presidente do Crea-PE, José Mário Cavalcanti, aproveitou a oportunidade para parabenizá-lo e o questionou sobre as obras da Transnordestina que, segundo o engenheiro, não seguem os interesses nacionais, mas de investidores do setor. Mendonça Filho não só concordou com a avaliação feita pelo presidente do Crea-PE, como também apontou a falta de transparência em relação a esse contrato de concessão da malha ferroviária como responsável pelo descaso e ausência de compromisso por parte dos empresários.

“Na grande maioria das vezes, os vencedores das concessões ampliam as exigências feitas ao setor público e diminuem o compromisso na prestação dos serviços”, afirmou. Ao final do encontro, o presidente do Crea-PE falou sobre a criação do Fórum das Entidades e os objetivos do grupo propondo a participação do ex-governador na discussão de temas como o da Transnordestina. Mendonça se colocou à disposição para contribuir com os seus conhecimentos e opiniões e disse que estará presente sempre que for convidado.