Reunião de Câmaras Especializadas de Engenharia Florestal elabora propostas para categoria

Encontro, sediado pelo Crea-PE, no Recife Praia Hotel, no Pina, encerra amanhã (6), às 18h, com aprovação de trabalhos apresentados no evento

O segundo dia da 3ª Reunião da Coordenadoria de Câmaras Especializadas de Engenharia Florestal, realizada Recife, no Recife Praia Hotel, no Pina, foi pautado na elaboração de propostas e mecanismos que beneficiem a categoria. Os quatro grupos de trabalhos, divididos no primeiro dia do evento, debateram e afinaram as sugestões que serão apresentadas, discutidas e votadas.

O grupo 1 foi formado pelos representantes do Crea-DF, Crea-PR, Crea-RR, Crea-SC e Crea-AM. Eles ficaram responsáveis pela apresentação do Plano Anual de Fiscalização de acordo com as diretrizes da portaria 43/2021.OCrea-PE ficou no segundo grupo, junto com o Crea-PR, Crea-AC, Crea-RS, Crea-AP e Crea-GO. O coordenador da Câmara de Agronomia do Estado, Everson Batista, representante pernambucano no encontro, explicou que o segundo grupo discutiu a educação à distância, com mapeamento dos cursos ofertados para engenharia florestal por estado.

O terceiro grupo foi composto com representantes do Crea-PR, Crea-SP, Crea-SC, Crea-AC, Crea-MS e Crea-RJ, que consolidaram propostas de parcerias e representações com órgãos do poder executivo, a exemplo dos ministérios. Para discutir, elaborar e propor conteúdos mínimos para formação profissional para atribuições profissionais na prestação de serviço e atuação em processos relacionados ao ordenamento florestal e controle do uso de matéria-prima florestal foi formado o grupo quatro. Nele estão representantes do Crea-DF, Crea-RS, Crea-SP, Crea-RN e Crea-PA. A votação das propostas acontece amanhã (6) à tarde.

Logo no início da reunião de hoje, a gerente das relações institucionais do Confea, Fabyola Rezende, fez uma apresentação das ações de sua gerência, desde 2018. A GRI tem como objetivo desenvolver, coordenar e executar ações referentes ao relacionamento do Confea com os Creas, Mútua, sindicatos de classe, além de parcerias com instituições internacionais. Também está entre as atribuições da gerência propor e acompanhar assuntos de interesse do Sistema Confea/Crea e da Mútua, junto ao Poder Executivo.

Fabyola Rezende colocou-se à disposição dos conselheiros para receber propostas, sugestões, solicitações para fortalecer a categoria nas suas áreas específicas. Ela apresentou um balaço das propostas feitas pelas Câmaras Federais de 2018 até agora. A pandemia teve um impacto significativo nestes números, quando em 2020 o número de proposições caiu consideravelmente.

No encontro também teve a apresentação e o chamamento para participação da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (SOEA Connect), que acontece nos dias 15, 16 e 17 de setembro, e será realizada em uma plataforma inovadora, de maneira remota e sendo transmitida online, tendo como tema central: “A pandemia: aprendizados e desafios para a engenharia, a agronomia e as geociências”. Também vai destacar os seguintes eixos temáticos: “desenvolvimento econômico; inovação e tecnologia; e governança e gestão”.

A reunião encerra amanhã, às 18h, com a palavra do coordenador nacional da Câmara Florestal, Antônio José Figueiredo Moreira.