Home > Arquivo > SEAD discute parceria sobre acessibilidade com o Crea-PE

SEAD discute parceria sobre acessibilidade com o Crea-PE

 

Acessibilidade foi o tema discutido no Crea-PE no último dia 14 em uma reunião da equipe da Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD) com o chefe de gabinete do Conselho, Osvaldo Fonsêca. A proposta do superintendente da SEAD, João Rocha, é, em parceria com o Crea-PE, elaborar uma cartilha com noções básicas para promover a acessibilidade. “Seria uma espécie de manual, mais técnico, para trabalhar com os profissionais da área”, explicou João Rocha.
 
A SEAD é o órgão da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Governo de Pernambuco, com o objetivo principal de valorizar a pluraridade e a singularidade das pessoas, assegurar direitos e criar oportunidades para o cidadão com deficiência. Para isso, a superintendência promove também oficinas e confecciona publicações para a mobilização da sociedade. “A SEAD trabalha em diversas áreas do desenvolvimento social e econômico. A ideia é colaborar para construir ambientes acessíveis não só do ponto de vista arquitetônico”, comenta Rocha.
 
 “A acessibilidade é boa para todos, não só para o cadeirante. Se formos observar as edificações existem barreiras para receber até pessoas que estão com limitações para se locomover por ter quebrado uma perna, por exemplo. É preciso promover um trabalho para criar um ambiente acessível, uma mudança de cultura”, fala o superintendente da SEAD. Segundo João Rocha, a cartilha será um guia que sirva realmente de apoio para essa adaptação. “O pedreiro da minha casa, por trabalhar comigo que sou cadeirante, já tem essa noção de como desenvolver um ambiente acessível. Gostaríamos de fazer um material elaborado que pudesse ser levado a todos os profissionais, desde engenheiros a pedreiros, e que possam a partir dele já aplicar o básico da acessibilidade. Levar também para o interior e distribuir após nossas oficinas e mostrar que as adequações são possíveis”, explanou.
 
Osvaldo Fonsêca, chefe de gabinete, comentou que participou de uma experiência muito gratificante em Pirinópolis, em Goiás, fazendo um levantamento fotográfico do trabalho de acessibilidade no perímetro do centro da cidade. “De repente todos os estabelecimentos particulares aderiram a questão da inclusão porque perceberam que as pessoas portadora de deficiência podiam participar e serem possíveis clientes”, disse Osvaldo. O chefe de gabinete deu a sugestão de elaborar um documento usando casos de sucesso para ser entregue aos parlamentares, com o intuito de ser transformado em projeto de lei. Osvaldo Fonsêca convidou a equipe da SEAD para a próxima reunião da Comissão de Acessibilidade do Crea-PE, que será no dia 29 deste mês, para que ela seja envolvida no projeto. “Vou falar pessoalmente com o coordenador da Comissão, o engenheiro Fernando Moura, que está bastante envolvido com a questão da acessibilidade”, finalizou.
 
Além do chefe de gabinete do Crea-PE, Osvaldo Fonsêca, e do superintendente da SEAD, participaram também da reunião a coordenadora da Superintendência, Michele Arraes; o intérprete, Marcos Antonio Ribeiro; a assessora de comunicação da SEAD, Marina Duarte, e as assessoras técnicas do Crea-PE, Fabíola Jansen e Helena Gusmão.
 
Vanessa Bahé
ASC Crea-PE   

Check Also

Novo diretor financeiro da Mútua será eleito hoje

Cumprindo determinação do Confea, através da Resolução 1.117/19, bem como a Deliberação nº 147/2020-CEF, aprovada …