Seminário das Águas do Rio São Francisco na Paraíba conta com a presença de José Mário

O presidente do Crea-PE, José Mário Cavalcanti, passa o dia hoje em João Pessoa, na Paraíba, participando do seminário Águas do rio São Francisco: sustentabilidade sócio-econômica-ambiental. O evento acontece no auditório da reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e segue até as 20h. O seminário tem por objetivo reunir os órgãos governamentais das esferas federal, estadual e municipais, as universidades, os vários segmentos da sociedade civil organizada, para prover as condições necessárias para que as águas do rio São Francisco proporcionem a sustentabilidade sócio-econômica-ambiental.

Essas condições permitirão o cumprimento da Meta do Milênio, definida por 191 líderes das Nações Unidas, sendo o marco regulatório da arrancada para o Desenvolvimento Sustentado que garantirá a geração de emprego e renda, fator indutor da melhoria da qualidade de vida do povo brasileiro. A programação do seminário inclui sete painéis com a presença de expositores de diversos órgãos do Estado.
 
Entre os convidados que participam do evento estão o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, o Arcebispo da Paraíba Dom Aldo Pagotto e o presidente da Federação dos Municípios da Paraíba (FAMUP), prefeito Buba Germano. No encerramento das atividades, que acontecerá às 18h, o governador Ricardo Coutinho estará presente para realizar um pronunciamento aos participantes. Logo após, será servido um coquetel.
 
O seminário é gratuito e está sendo realizado pelo Governo do Estado e Assembléia Legislativa da Paraíba, com o apoio da UFPB, Sebrae, Cagepa, Empasa e outros órgãos da sociedade civil organizada.
 
Seguem abaixo os painéis constantes da programação:
PAINEL 1: “Proposta de distribuição da água da transposição na Paraíba”;
PAINEL 2: “Viabilidade Sócio-econômica da implantação de Vilas Produtivas Rurais (VPR’s)”;
PAINEL 3: “Implantação do canal da integração com vistas à expansão do agronegócio, do uso industrial da água e implantação de VPR’s”;
PAINEL 4: “Discussão sobre a necessidade de atualização do PERH/2006 – Plano Estadual de Recursos Hídricos, editado em 2006 com a inclusão do Projeto de Integração do São Francisco (PISF)”;
PAINEL 5: “Aproveitamento dos efluentes tratados das ETE’s e das águas dos açudes liberados do abastecimento das cidades pelo Projeto de Integração do São Francisco (PISF)”;
PAINEL 6: “Plano de acessibilidade e perenização de estradas vicinais na área de influência do Projeto de Integração do São Francisco (PISF)”;
PAINEL 7: “Condicionantes da Licença de Instalação nº 432/2007 do IBAMA para atendimento ao Projeto de Integração do São Francisco (PISF)”.
 
Vanessa Bahé
ASC Crea-PE
* com informações da UFPB