CREA-PE se mobiliza para ajudar vítimas das enchentes na Zona da Mata Sul do Estado

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (CREA-PE), se solidariza com as vítimas das enchentes causadas pelas fortes chuvas do último final de semana e, ciente das grandes perdas materiais e do número de desabrigados, inicia campanha para arrecadação de alimentos não perecíveis, agasalhos e cobertores e materiais de higiene e limpeza. As doações poderão ser entregues na sede do Conselho, nas Inspetorias Regionais e Escritórios de Atendimento, de segunda a sexta-feira das 8h às 13h30.

Localizada na cidade de Palmares, a Inspetoria do Conselho também foi atingida pela enchente, estando, temporariamente, fechada. Os que precisarem dos serviços por ela prestados poderão recorrer à sede ou à Inspetoria do Cabo de Santo Agostinho, que funciona no Shopping Costa Dourada.

Além da campanha de doações o CREA-PE está se mobilizando para dar suporte técnico para propor soluções emergenciais que minimizem os riscos e danos futuros nas áreas atingidas.

SITUAÇÃO

A Zona da Mata Sul de Pernambuco abrange uma área de 4.003,40 Km² e é composta por 19 municípios: Barreiros, Bonito, Jaqueira, Rio Formoso, São José da Coroa Grande, Tamandaré, Água Preta, Amaraji, Belém de Maria, Catende, Cortês, Gameleira, Joaquim Nabuco, Maraial, Palmares, Primavera, Ribeirão, São Benedito do Sul e Xexéu.

No município de Cortês, as águas do Rio Sirinhaém destruíram a barreira de contenção construída em Barra de Gameleira e invadiu a cidade, derrubando casas e barreiras. Há 46 pontos de deslizamentos de barreira e 112 pessoas desabrigadas. A PE-48, única saída por terra, está interditada, sem energia elétrica e água nas torneiras. Com medo, os moradores estão se deslocando para a parte alta da cidade.

Em Barreiros, foram registrados 30 deslizamentos de terra e cerca de 120 moradores de áreas de risco deixaram suas casas, abrigando-se nas residências de parentes. Em Rio Formoso, onde foram registrados 12 deslizamentos de terra, cerca de 24 pessoas estão na mesma situação.