Capa > Arquivo > Acessibilidade e mobilidade urbana em destaque na 68ª SOEAA

Acessibilidade e mobilidade urbana em destaque na 68ª SOEAA

O tema acessibilidade tem pautado inúmeros debates e eventos no Sistema Confea/Crea, bem como norteado ações visando conscientizar os profissionais do seu papel e responsabilidade de agente social transformador do status quo. Embora a legislação vigente estabeleça as normas para a promoção da acessibilidade no sentido universal, o crescimento e desenvolvimento desenfreado dos centros urbanos ao longo das últimas décadas, impõem grandes desafios a serem superados a fim de tornar realidade esta premissa.

 

O CREA-SC tem apontado está temática como umas das prioridades para o desenvolvimento sustentável do estado e do país. Na opinião do presidente do CREA-SC, Eng. Agr. Raul Zucatto, promover a reflexão e a conscientização sobre o compromisso social dos profissionais com a promoção da acessibilidade, seja no meio urbano ou rural, seja nas edificações públicas de uso coletivo ou nos meios de transportes, é fundamental para que o Conselho cumpra sua principal missão social: promover a segurança da população e melhorar a qualidade da vida em sociedade.

 

Em julho, por exemplo, o CREA-SC promoveu a palestra “Acessibilidade: Quebra de paradigmas e responsabilidade jurídica, ética e social do profissional”, com participação de diversas instituições e órgão públicos de Santa Catarina, que discutiram o papel do profissional em projetos e obras acessíveis. O tema foi abordado pelo Arquiteto Mário Cesar da Silveira, com participação dos membros que integram o Termo de Cooperação Técnica nº 069/2009 e 071/2009 e que participam do projeto Santa Catarina Acessível.


 

Fórum da Acessibilidade

 

Em setembro, o CREA-SC volta a dar destaque para o tema durante a 68ª SOEEA – Semana Oficial da Engenharia, da Arquitetura e da Agronomia, em Florianópolis, com a realização do Fórum da Acessibilidade e Mobilidade Urbana, previsto para o dia 29.09. 

 

O Arq. Mario César da Silveira, especialista em acessibilidade, membro das comissões de revisão da NBR 9050 e da elaboração da norma de acessibilidade nos estádios e da norma de pisos tátil, vai elucidar sobre esta questão ao lado da Arq. Adriana Romeiro de Almeida Prado, Coordenadora do CE 01 da ABNT e responsável pela revisão da NBR 9050. O mediador do painel será o Arq. José Semmer, Coordenador da Comissão de Acessibilidade do CREA-SC.

 

Mario César destaca a mudança de paradigma nos últimos anos nos centros urbanos, sobretudo, o contexto e conceito de acessibilidade. Para ele, os profissionais do Sistema devem assumir a responsabilidade na promoção da acessibilidade prezando pela diversidade humana, assegurando o acesso em igualdade de oportunidades, tanto às pessoas com deficiência nos diferentes níveis quanto aos idosos, gestantes, obesos, convalescentes cirúrgicos, anões, crianças, entre outros. “A limitação está nos espaços e não nas pessoas. As cidades devem ser projetadas para todas as pessoas e por toda a vida,” afirma.

 

 

Lançamento do Manual da Acessibilidade

 

Durante o Fórum, o Grupo de Trabalho Nacional de Acessibilidade e Mobilidade Urbana fará a apresentação das funções do GT e os resultados obtidos durante o ano de 2011. Outra atração será o lançamento do Folder e do Manual da Acessibilidade, materiais informativos impressos com objetivo de esclarecer aos profissionais e à sociedade sobre a legislação, o que é e quais são os princípios da acessibilidade, bem como conscientizar sobre a responsabilidade dos profissionais do Sistema. O manual foi amplamente discutido pelos profissionais que integram a comissão e representa mais uma ação do CREA-SC visando encontrar alternativas para promover a acessibilidade na vida em sociedade.

 

 

Com informações da Assessoria de Comunicação da SOEAA

 

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates