Ajuda técnica do Crea-PE chega a Mata Sul na próxima semana

Na tarde da segunda-feira (05), o presidente do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, reunido com presidentes de diversas entidades de classe, definiu parâmetros para a prestação de apoio aos municípios que foram atingidos pelas enchentes ocorridas na Mata Sul do Estado. De acordo com decisão do grupo, uma primeira incursão ao município de Palmares (PE) será feita por todo o grupo em companhia dos voluntários, na quinta-feira (15).

Nas discussões, os presidentes definiram ainda que o trabalho dos profissionais do Sistema Confea/Crea/Mútua indicados pelas respectivas entidades, poderá ser prestado voluntariamente, cabendo ao Crea-PE, o repasse dos R$ 100 mil destinados pelo Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea), para prestação de apoio técnico aos municípios atingidos pelas chuvas.

De acordo com José Mário Cavalcanti, o recurso será gasto com a locação de transporte para deslocamento dos profissionais, locação de um ponto de apoio e ainda com o pagamento de diárias para os voluntários. Por sugestão do presidente do Crea-PE, acatada por todos, o valor das diárias deverá ser resultante de cálculo que garanta o cumprimento do dispositivo legal que determina o valor do salário mínimo profissional. “Com este resultado agregamos à nossa ação social a garantia do direito legal da remuneração com base na Lei nº 4.950-A, que determina o pagamento do Salário Mínimo Profissional para todos os profissionais de nível superior do Sistema Confea/Crea/Mútua”, explicou o presidente.

Por fim, ficou decidido que as entidades que ainda não tinham enviado lista com o nome dos voluntários deveriam fazê-lo até as 12h da terça-feira (06).

A reunião contou com a participação de representantes das seguintes entidades: Sindicato dos Engenheiros de Pernambuco (SENGE-PE); Associação Pernambucana de Engenheiros Florestais (APEEF); Instituto Pernambucano de Avaliações e Pericias de Engenharia (IPEAPE); Sindicato dos Arquitetos do Estado de Pernambuco (SAEPE); Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Associação dos Engenheiros de Segurança do Trabalho de Pernambuco (AESPE); Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB/PE); Sindicato dos Técnicos de Pernambuco (SINTEC-PE); Associação Profissional dos Geólogos de Pernambuco (AGP) e da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi-PE).

Dilma Moura

ASC do Crea-PE