Crea-PE

Carta Crea Desenvolve Petrolina soma propostas de desenvolvimento econômico e social da região

Documento foi resultado dos dois dias do evento e será apresentado ao poder público para nortear tomada de decisões para melhorias para o Vale do São Francisco

Infraestrutura para o desenvolvimento, sustentabilidade ambiental e desenvolvimento das atividades agrícolas, pecuárias e florestais são os três eixos que compõem a Carta Crea Desenvolve Petrolina, elaborada nos dois dias do evento que começou nesta quinta-feira (11) e encerra-se nesta sexta-feira (12). As proposições foram discutidas, avaliadas, validadas e apresentadas por representantes dos três grupos de trabalho que se reuniram no Senac Petrolina, local que recebeu a terceira versão do Crea Desenvolve.

A carta será apresentada aos poderes públicos para viabilidade de projetos. No dia da abertura do evento, o prefeito de Petrolina, em exercício, Simão Amorim Durando Filho (DEM), assegurou que as propostas contidas no documento serão avaliadas e colocadas em prática em consonância com o plano de governo municipal.

O presidente do Crea-PE, Adriano Lucena, disse que a carta é o primeiro passo no caminho para o desenvolvimento econômico e social de Petrolina e cidades da região. “A engenharia, a agronomia e a geociências precisam pautar o crescimento do País porque têm a capacidade e protagonismo para desenvolver a economia, o bem-estar social de forma justa e constante”, pontua Lucena.

Entre as propostas apresentadas pelo grupo do eixo 1, está a construção de viadutos sobre as rotatórias, além da implementação do o Projeto Pontal, com ampliação do perímetro irrigado voltado à agricultura familiar e agronegócio. No eixo 2, as proposições passam desde a implantação de coleta seletiva no município à sensibilização e orientação do uso de agroquímicos.

O terceiro eixo propõe, entre outras sugestões, o desenvolvimento e aperfeiçoamento de tecnologias de irrigação para racionalização do uso de água, além da revitalização da bacia hidrográfica do Rio São Francisco.

Após a apresentação das propostas, a coordenador-adjunta do Crea Junior-PE, a estudante de engenharia Millena Moura, explicou o projeto à plateia participante. O intuito do Crea-PE de promover a aproximação dos estudantes e futuros profissionais com o Conselho para auxiliar não só na sala formação, mas colocação no mercado de trabalho e luta pelas bandeiras das categorias.

Também teve a apresentação do engenheiro civil Alexandre Bageti, diretor de extensão do Project Management Institute Pernambuco. O PMI-PE é uma entidade que dissemina as boas práticas de gerenciamento de projetos a diversos grupos da sociedade civil.

Por fim, Adriano Lucena entregou os certificados de participação às entidades e inspetores do Crea em Petrolina: Ana Rita Leandro dos Santos, Maristela Barbosa Cavalcante Bezerra e Cesar de Brito Espinola. A coordenação do Crea Desenvolve em Petrolina foi realizada em parceria com a Associação Brasileira dos Engenheiros Civis de Pernambuco (Abenc-PE), representada pelo vice-presidente Audrey Nogueira de Oliveira Lima, e a Associação de Engenheiros e Agrônomos de Petrolina, (Assea), representada pelo presidente Urbano Lins.

O evento contou ainda com o apoio da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe).

A quarta edição acontece nos dias 17 e 18 de novembro em Araripina. Para ter acesso à programação completa e ficha de inscrição, clique aqui. Depois, em 2 e 3 de dezembro em Carpina, fechando as edições previstas para este ano.

Compartilhar:
Skip to content