Capa > Arquivo > Ciclovias para aliviar o tráfego

Ciclovias para aliviar o tráfego

Com o trânsito congestionado, as bicicletas ganham cada vez mais seguidores no Grande Recife. O mais recente é o governo do Estado, que lançou ontem um pacote de ações para incentivar o uso das bikes como meio de transporte. O programa Pedala PE prevê a construção de 100 quilômetros de ciclovias em cinco pontos do Grande Recife, além da criação de bicicletários e ciclofaixas. O projeto custará R$ 22,4 milhões aos cofres públicos e deve ser finalizado até dezembro de 2014.

Três obras encabeçadas pelo governo já estão sendo elaboradas com a presença das ciclovias, são elas: Corredor Norte-Sul (que liga Igarassu ao Centro do Recife), Corredor Leste-Oeste (do Derby a Camaragibe) e o Ramal de acesso à Cidade da Copa (Camaragibe, Várzea e São Lourenço da Mata). Os ciclistas que pedalam na BR-101, no trecho entre Paulista, Recife e Jaboatão dos Guararapes, e na 2ª Perimetral de Olinda, que vai da Presidente Kennedy até Casa Caiada, também serão beneficiados com a área de segurança.

Além das ciclovias, o projeto propõe a inclusão de bicicletários nas sete estações de embarque e desembarque do Corredor de Transporte Fluvial e nos terminais de integração.

Os ciclistas também terão espaço para deixar as bicicletas nas Academias das Cidades. Os 135 equipamentos que já estão em funcionamento passarão por reforma, outros 24 estão sendo construídos e as obras também contemplam a inclusão de local adequado para guardar as magrelas.

Outra iniciativa para disseminar e estimular o transporte não motorizado é a criação de incentivos fiscais para fábricas montadoras de bicicletas que tiverem interesse em fixar sede no Estado. O laço com as empresas também será estreitado com o lançamento do selo Empresa Amiga da Bicicleta. A proposta é incentivar as empresas privadas a construírem bicicletários para os servidores.

“Tudo isso faz parte do Promob (Programa de Mobilidade do Estado), que tem haver com os corredores de ônibus, com o uso e a navegabilidade do Rio Capibaribe e hoje estamos lançando o Pedala PE para valorizar e incentivar o uso da bicicleta como modal de transporte”, disse o governador Eduardo Campos.

“A sociedade está mais consciente, antigamente essa ideia ia parecer arrojada, mas o potencial para o uso de bicicletas na cidade é grande. Esse é um plano completo que engloba a questão cultural, econômica e ambiental”, destacou o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Sérgio Xavier.

Para viabilizar a inclusão das bicicletas no planejamento urbano, o governo assinou o Plano Diretor Cicloviário. O documento vai orientar as políticas de incentivo ao uso do equipamento. Durante o lançamento do projeto ontem, o governo também assinou a ordem de serviço para a construção da passarela do Aeroporto, que ligará o terminal de passageiros ao metrô.

Fonte: Jornal do Commercio

 

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates