Comitiva pernambucana participa do II Pensar as Américas, em Caracas

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, participa desde ontem (17), o II Seminário Pensar as Américas – Integração, Solidariedade e Desenvolvimento, em Caracas, na Venezuela, que está sob a coordenação da União Pan-americana de Associações de Engenheiros (Upadi), em conjunto com a Academia Pan-americana de Engenharia (API) e o Colégio de Engenheiros da Venezuela. O encontro tem o objetivo de constituir um foro permanente para construir uma Engenharia organizada, mais participativa em suas funções de contribuir com o desenvolvimento dos povos do Continente Pan-Americano. Amanhã será o último dia dos trabalhos.

Acompanha o presidente, o conselheiro Arnaldo Cardim, o chefe de Gabinete, Osvaldo Fonsêca, e superintendente Roberto Arrais. Na opinião do presidente José Mário, o Seminário Pensar as Américas é importante para promover a integração e solidariedade entre os países Pan-americanos, além do intercâmbio de experiências em projetos de desenvolvimento nas áreas das Engenharias. O presidente aproveitou o momento para entregar aos presentes no evento um retrospecto do I Seminário Pensar as Américas, ocorrido em março de 2010, no Recife. 

“No contexto de globalização em que vivemos, a consolidação dos países pan-americanos, sob todos os aspectos: econômico, social, político, técnico –, passa por um projeto de integração física. Devemos usar nosso conhecimento com o objetivo de viabilizar a infraestrutura necessária para a integração dessas nações”, disse o José Mário Cavalcanti.

De acordo com os organizadores, a engenharia contribui fundamentalmente com o desenvolvimento econômico e social através do aumento do Produto Interno Bruno (PIB) por setores: agricultura, indústria, construção civil, água, saneamento, eletricidade, transportes e telecomunicação.

Neste seminário, estão sendo debatidos os seguintes temas: 1 – Experiência de projetos de desenvolvimento nacional; 2 – Projetos de desenvolvimento energético (hidroelétrico, termoelétrico e energias alternativas); 3 – Projetos de desenvolvimento do transporte (urbanos, interurbano, binacional e internacional); 4 – Projeto de Desenvolvimento ambiental (amazônico, nacionais e internacionais) e 5 – Projeto de Desenvolvimento de Alimentos  (produção agrícola e de pesca, processamento, transporte e armazenamento de alimentos).

1º Seminário Pensar as Américas 2010

A capital pernambucana, localizada na Região Nordeste do Brasil, recebeu o “1º Seminário Pan-americano Pensar as Américas 2010 – Integração, Solidariedade e Desenvolvimento”, de 23 a 25 de março de 2010. O evento reuniu, aproximadamente, cem representantes de países americanos, que discutiram melhorias na economia e na urbanização das três Américas. Como palestrantes, participaram delegações da Colômbia, do Haiti, de Cuba, da Venezuela, do Canadá, da Argentina e, como convidada especial, da Espanha.

O objetivo do encontro foi envolver a comunidade tecnológica na discussão de temas de interesse comum para a elaboração de propostas de políticas para a integração das nações do Continente Pan-americano, através de obras das Engenharias, visando o seu desenvolvimento com solidariedade.

Os representantes das nações americanas discutiram temas que visam oferecer melhores condições de vida às pessoas, combater a injustiça social e a pobreza e promover o desenvolvimento com responsabilidade socioambiental. Entre os temas abordados, destacam-se: matrizes energéticas, transporte público, mobilidade urbana, acessibilidade e políticas públicas de integração das nações.

Kele Gualberto
ASC do Crea-PE