Conselheiros são empossados e participam do 3º Seminário Conselheiro Cidadão

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE) realizou, na última sexta-feira (03), o 3º Seminário Conselheiro Cidadão e a 1º Reunião Plenária Ordinária, no Recife. “O nosso objetivo é marcar o início das atividades regimentais de 2012. Esse seminário é importante para a troca de informações sobre o Sistema Confea/Crea, além de proporcionar a interação entre os conselheiros”, disse o presidente do Crea-PE, José Mário Cavalcanti

 

Para começar os trabalhos, os conselheiros participaram de uma dinâmica de grupo com a psicóloga Rosa Maria Barcelar. Após o trabalho de dinâmica, os participantes assistiram à palestra sobre a Integração Continental: Oportunidades para a Engenharia Brasileira. O deputado federal e presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), engenheiro civil Jorge Côrte Real, falou sobre as oportunidades crescente, no Brasil, para os profissionais das engenharias.

 

Entretanto, ele ressaltou sobre a necessidade de investimentos em infraestrutura. “Não temos o direito de deixar passar essas oportunidades. Temos que tirar proveito da crise para trazer as expertises do mundo sem tirar o mercado de trabalhos dos profissionais brasileiros”, disse o deputado. De acordo com o deputado, o setor da construção civil é responsável por grande parte de emprego no Brasil.

 

O assessor da Eletronorte, Henrique Luduvice, falou sobre a matriz energética, como fator de desenvolvimento das regiões no País. Ele fez um panorama histórico-social e cultural das regiões brasileiras e suas desigualdades por conta da concentração de investimentos no Sul e Sudeste.

 

À tarde, o chefe de Gabinete, Osvaldo Fonsêca, falou para os atuais e novos conselheiros sobre o Regimento Interno do Crea-PE, apontando algumas disparidades existentes, sendo assim necessário a mudança e adequação. Já a assessora Jurídica, Ana Rita Falcão, explicou aos conselheiros o processo de ética profissional, com ênfase na Resolução 1004/2003. Ele detalhou todo o trâmite da análise dos processos de ética dentro do Plenário, que é divido em Comissões e Câmaras. “As penalidades aos profissionais que não cumprirem as normas de ética, são: advertência reservada e a censura pública”, explicou a advogada Ana Rita Falcão.

 

Os conselheiros ainda tiveram a oportunidade de conhecer os benefícios oferecidos pela Mútua – Caixa de Assistência, com a palestra do diretor Geral da Mútua-PE, Henrique Lins.

 

Em seguida, a fonoaudióloga Carla Brito palestrou um curso de oratória: a arte de falar em público. Falar bem é uma preocupação de profissionais de diversas áreas, pois quem domina a arte de falar em público, possui maior habilidade para liderar e posição de destaque no mundo empresarial. “A oratória é o método de discurso, da arte de como falar em público ou conjunto de regras e técnicas que permitem apurar as qualidades pessoais de quem se destina a falar em público”, explicou Carla. 

 

Em seguida, a gerente de Fiscalização do Crea-PE, Giani Câmara explicou a Resolução 1008/2004, que dispõe sobre os procedimentos para instrução e julgamento de processos. Já a assessora Fabíola Jansen tirou dúvidas dos conselheiros sobre a Resolução 1025, que trata da Anotação de Responsabilidade Técnica.

 

À noite, foi a vez dos novos conselheiros tomarem posse para um mandato de três anos. Dando início aos trabalhos do Conselho para o ano de 2012, o presidente José Mário Cavalcanti relatou a promoção do encontro ocorrido, no dia 24 de janeiro, com o intuito de fomentar o debate sobre a construção de quatro viadutos na Avenida Agamenon Magalhães e um elevado no canal Derby/Tacaruna.

 

“Quanto há a falta de debate, preocupações ficam ainda mais evidenciadas e foi exatamente o que foi mostrado durante o encontro. Após a apresentação parcial da proposta de intervenção, algumas dúvidas ficaram latentes. A principal delas é quanto à preservação de estudos básicos, necessários a qualquer obra dessa natureza, tais como: impacto ambiental, vizinhança e trânsito”, criticou o presidente.

 

Ele ainda disse estar preocupado com a ausência de licenças prévias e de instalação, que são fundamentais para obras de engenharia. “Do nosso encontro ficou a certeza da carência de informação e participação coletiva, por isso propomos a este Plenário a aprovação por aclamação para que a presidência do Crea-PE encaminhe um ofício ao Ministério Público Estadual para que este leve ao Governo do Estado e a Prefeitura do Recife a necessidade de cumprimento da legislação no que tange às prerrogativas democráticas para intervenções dessa natureza. Por unanimidade, os conselheiros concordaram com a proposta do presidente.

 

* Abaixo segue a relação com o nome dos novos conselheiros do Crea-PE

  

Kele Gualberto

ASC do Crea-PE

 

 

Relação dos novos conselheiros

 

Sindicato dos Técnicos Industriais – Sintec

Titular: Técnico em Eletrônica Fernando Luiz da Silva Nery

Suplente: Técnico em Eletrotécnica Wellington Martins da Silva

 

Sindicato dos Engenheiros de Pernambuco – Senge

Titular: Eng. Civil Jurandir Pereira Liberal

Suplente: Eng. Civil Hermínio Filomeno da Silva Neto

 

Titular: Eng. de Pesca Cláudia Fernanda da Fonseca Oliveira

Suplente: Eng. Agrônomo Alexandre Henrique C. de Queiroz

 

Titular: Eng. Mecânico Moacir Soares Rodrigues

Suplente: Eng. Mecânico Sidney Lapa de Almeida

 

Titular: Eng. Mecânico Fernando Rodrigues de Freitas

Suplente: Não indicado

 

Associação dos Profissionais de Engenharia Eletrônica e Telemática – Apeet

 

Titular: Eng. Eletricista Tales Antônio Maurício Lima

Suplente: Eng. Eletricista Brian Gonçalves de Souza

 

Associação Profissional dos Geólogos de Pernambuco – AGP

 

Titular: Geólogo Jairo de Souza Leite

Suplente: Geólogo Cláudio José Nogueira Holanda

 

Associação dos Engenheiros Agrônomos de Pernambuco – Aeape

 

Titular: Eng. Agrônomo Alexandre Paes Krause Gonçalves

Suplente: Eng. Agrônomo Maurício Augusto de Aguiar Moura

 

Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina – Faciagra

 

Titular: Eng. Agrônomo Joadson de Souza Santos

Suplente: Não indicado

 

Clube de Engenharia de Pernambuco – CEP

 

Titular: Eng. Civil Miguel Arcanjo Cordeiro Amorim da Silva

Suplente: Eng. Civil Sílvio Porfírio de Sá

 

Titular: Eng. Civil Jário Pereira Pinto

Suplente: Não indicado

 

Titular: Eng. Civil Zacarias Queiroz Vilar

Suplente: Não indicado

 

Titular: Eng. Eletricista Urbano Possidônio de Carvalho Neto

Suplente: Eng. Eletricista Marco Antônio de Araújo Melo

 

Suplente do titular eng. Mecânico Ivaldo Xavier da Silva, o eng. Mecânico Alberto Lopes Peres Júnior.

 

Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco – UPE

 

Titular: Eng. Civil Arnaldo Cardim de Carvalho Filho

Suplente: Eng. Civil José Roberto de Souza Cavalcanti