Home > Arquivo > Crea-PE lamenta o falecimento do arquiteto Geraldo Majjela

Crea-PE lamenta o falecimento do arquiteto Geraldo Majjela

A Arquitetura pernambucana perde um grande ícone na luta pelo desenvolvimento da profissão. O arquiteto Geraldo Majjela Loreto da Motta faleceu no sábado (19), aos 82 anos. Formado na primeira turma do curso de Arquitetura da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Majjela atuou na diretoria do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB–PE), por quatro mandatos, e na Câmara de Arquitetura do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE). O profissional foi indicado pela Câmara de Arquitetura do Conselho pernambucano para receber a medalha do Mérito do Sistema Confea/Crea. Em Pernambuco, o ex-conselheiro será homenageado in memorium com a medalha de Mérito Lauro Borba, condecoração do próprio Conselho aos profissionais que se destacam no seu trabalho. Com o registro profissional 1710 – D, o arquiteto Geraldo Majjela atuava no seu escritório desde os anos 60, logo após sua graduação. Entre seus principais trabalhos, estão os projetos dos hotéis Miramar e Caruaru Hotel, as agências bancárias do Banco da Bahia, em Palmares, do Banorte, em Aracajú, e do Banco Mercantil de Pernambuco, em Recife e Maceió. Ainda foi o responsável pelos projetos de restauração do Convento do Carmo, em Olinda, e a restauração da Matriz de Pesqueira, no município de Pesqueira, Interior do Estado. O presidente do Crea-PE, José Mário Cavalcanti, lamenta a morte do arquiteto e destaca a sua colaboração para o desenvolvimento da Arquitetura pernambucana. “A Arquitetura perde um grande profissional, que fez história, em Pernambuco, pela sua luta para o desenvolvimento do Estado”, concluiu José Mário Cavalcanti. A solenidade de entrega da medalha Lauro Borba à família de Majjela será realizada no dia 9 de dezembro na plenária solene do Conselho.

Check Also

Novo diretor financeiro da Mútua será eleito hoje

Cumprindo determinação do Confea, através da Resolução 1.117/19, bem como a Deliberação nº 147/2020-CEF, aprovada …