Crea-PE

Crea-PE reconhece e celebra a Agronomia de Petrolina como destaque no desenvolvimento de Pernambuco

Conselho pernambucano lança, dia 26 de outubro, a primeira Edição do CreAgro, com palestra de Guilherme Coelho e homenagens a agrônomos da região

A agronomia de Petrolina e região tem motivos de sobra para celebrar seu desempenho econômico e impacto no desenvolvimento de Pernambuco. Reconhecer sua importância é incentivar seu crescimento. O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PE) aproveita o mês em que se celebra o Dia do Agrônomo para lançar a primeira edição do CreAgro. O objetivo do evento é discutir temas de relevância para a agricultura regional, com foco no desenvolvimento econômico e sustentável do Vale do São Francisco.

O CreAgro marca, além da celebração, a apresentação de novas oportunidades de negócio para a fruticultura irrigada, o carro-chefe da produção econômica da cidade. Para isso, será realizada a palestra “Perspectivas da Fruticultura do Vale do São Francisco, para Atender ao Mercado Chinês e Indiano”. À frente da apresentação, o engenheiro agrônomo, presidente da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrasfrutas), Guilherme Coelho. Sua ligação com o setor passa por sua vida profissional, empresarial e política, quando foi prefeito de Petrolina por dois mandatos.

Petrolina foi escolhida para sediar o evento por sua forte ligação com a Agronomia. E os números reforçam isso. Considerando o volume de produção, a cidade sertaneja é conhecida como a “capital da uva” no Brasil. O município pernambucano registra a maior colheita da fruta do País. No ano passado, por exemplo, só com uva, foram 236 mil toneladas. Não é à toa que o cultivo da uva é a campeã na geração de empregos em Petrolina e a produção de manga fica com o terceiro lugar em vagas de trabalho.

Apenas a safra de uvas recebeu a avaliação de preço na casa de R$ 1,2 bilhão, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Boa parte da colheita se destina a produzir vinhos finos. A opção de abrir frente de exportação para outros mercados, como China e Índia, ampliará ainda mais os números do setor, com rebatimento na economia, emprego e desenvolvimento.

O Crea Pernambuco, como casa da Agronomia, também abre espaço para o reconhecimento e incentivo aos profissionais do setor. Haverá a entrega de Certificados de Mérito a agrônomos num reconhecimento a seus trabalhos, desempenho e contribuições para o setor, indicados por suas entidades. Nesta edição, serão homenageados três segmentos: Revenda de Insumos Agrícolas e Consultoria, com a indicação dos nomes pela Associação do Comércio Agropecuário do Vale do São Francisco (Acavasf); e Assistência Técnica e Extensão Rural, com a indicação de nomes do Sindicato Rural Patronal de Petrolina.

A primeira edição do CreAgro acontece na noite do dia 26 de outubro (quinta-feira), a partir das 19h, numa realização do Crea-PE, com apoio da Mútua, no auditório do Petrolina Palace Hotel. O evento marca uma grande celebração da Agricultura petrolinense, num encontro com troca de conhecimentos, debates propositivos, reconhecimento profissional e incentivo ao desenvolvimento sustentável.

Skip to content