Encontro marca os 50 anos de formados da turma de engenharia de 1962

Recife, 27 de novembro de 2012

Engenheiros da turma de 1962 da Escola de Engenharia de Pernambuco (atual Universidade Federal de Pernambuco–UFPE) comemoraram, na última sexta-feira (23), no auditório do Centro de Tecnologia e Geotécnica da UFPE, os 50 anos de formados. Estiveram presentes o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, o reitor da UFPE, Anísio Brasileiro, o diretor em exercício do Centro de Engenharia, Alexandre Schüller, o presidente do Memorial da Engenharia em Pernambuco, Maurício Pina Moreira, e Frederico Martorelli, filho do paraninfo da turma Eliomar Martorelli.

O evento teve início com a execução do Hino Nacional e, logo após, a apresentação do projeto do Memorial da Engenharia em Pernambuco, pelo engenheiro Maurício Pina Moreira. Os formandos presentes e seus familiares foram receberam homenagens, como a de Rosa Romeu, que leu um artigo sobre a importância das mulheres dos engenheiros ou. Para o engenheiro Mário Fernando de Mello Santos, “a turma de 1962 é exemplo por nunca ter sido envolvida em nenhum ato que envergonhasse a sociedade, e após 50 anos podem dizer que tudo valeu a pena”.

O presidente do Crea-PE, José Mário Cavalcanti, falou sobre a importância histórica daquele momento. “A turma de 50 deixa como legado os exemplos que expiram as novas gerações de engenheiros”. Após os pronunciamentos de todos os representantes, foi descerrada uma placa comemorativa do Jubileu de Ouro da turma de Engenharia de 62.