Engenheiros lançam manual para planejamento e gerenciamento de recursos hídricos

Brasília, 1º de abril de 2013.

Há 16 anos, desde a promulgação da Política Nacional de Recursos Hídricos (Lei 9.433/97), as questões de planejamento e gerenciamento de recursos hídricos ganharam substancial projeção no cenário brasileiro. Atentos a essa demanda nacional, os engenheiros Cláudio Bielenki Júnior e Ademir Paceli Barbassa lançaram o livro ‘Geoprocessamento e recursos hídricos: aplicações práticas’.

A publicação descreve de forma detalhada o uso do Spring (Sistema de Processamento de Informações Geográficas) para cálculo de parâmetros hidrológicos essenciais à gestão de recursos hídricos.  Instrui-se o usuário desde a instalação do software, a entrada de dados e o cálculo até a apresentação gráfica ou numérica de resultados. As aplicações propostas são entendidas  a partir de  conceituações e definições relacionadas ao geoprocessamento e à hidrologia.  Aliam-se procedimentos práticos com o conhecimento mínimo necessário para compreensão dos processos envolvidos.

“O livro na verdade é um manual prático no planejamento, gerenciamento, projeto e operação de sistemas para geração de energia elétrica, controle de enchentes, drenagem, abastecimento de água, controles de erosão e sedimentação, entre outras aplicações diretas”, explicam os autores.

Para saber mais sobre o livro, acesse o site da editora UFSCAR: http://www.editora.ufscar.br/

Sobre os autores
Cláudio Bielenki Júnior é engenheiro cartógrafo formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2007), especialista em Geoprocessamento pela Universidade Federal de São Carlos (2007) e mestre em Engenharia de Transportes pela Escola de Engenharia de São Carlos (2008). Desde 2003 é especialista em Geoprocessamento da Agência Nacional de Águas em Brasília.

Ademir Paceli Barbassa é engenheiro civil formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (1980), mestre e doutor em Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos (1984 e 1991, respectivamente) e pós-doutorado pela Universidade do Colorado, EUA (2000).

Equipe de Comunicação do Confea, com informações da Imprensa – SEESP

[email protected]