José Luiz da Mota Menezes é o mais novo imortal da APL

Recife, 12 de março de 2013

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, parabeniza o ex-conselheiro federal José Luiz Mota Menezes por ter sido eleito nesta segunda-feira (12) como mais novo integrante da Academia Pernambucana de Letras (APL). Arquiteto, urbanista e autor de livros como Recife e sua arquitetura e Evolução urbana de Olinda, ele vai ocupar a cadeira de número seis. A vaga estava aberta desde a morte da filósofa Maria do Carmo Tavares, em dezembro. José Luiz Mota Menezes concorreu com o engenheiro civil Alexandre Santos.

“O professor José Luiz da Mota Menezes é um grande homem por quem tenho admiração e respeito. Ele deu uma excelente contribuição ao Sistema Confea/Crea com trabalhos realizados como conselheiro regional e federal. Acredito que ele também trará grandes contribuições para Academia Pernambucana de Letras”, disse o presidente José Mário Cavalcanti.

O alagoano radicado em Pernambuco desde 1945 já havia se colocado à disposição dos acadêmicos em outro momento, mas declinou de última hora. “Na época iria disputar com César Leal, que além de ser meu amigo estava muito mais apto a ocupar a cadeira. Então achei melhor ceder”, diz o mais novo “imortal” da APL.

Ainda sem data marcada, um outro encontro dos integrantes da APL será marcado pela escolha do novo ocupante da cadeira sete. São candidatas as escritoras Selma Vasconcelos e Lourdes Sarmento. Esta última, por se considerar tímida, não tem investido nas abordagens, mas está otimista, pois já havia sido convidada para a Academia na década de 1970. “Me chamaram quando tinha dois livros publicados, então não me sentia preparada. Agora já são 24. Dediquei minha vida toda à literatura”, conta.

Para ser eleito, cada postulante deve ter metade dos votos mais um. Se não houver vencedores, é realizada nova votação. A APL foi fundada em 1906 por Carneiro Vilela em parceria com outros autores da época. Hoje a sede da instituição funciona no Bairro da Jaqueira, e é presidida por Fátima Quintas.

* Com informações do Diário de Pernambuco