José Mário toma posse administrativa

O professor e engenheiro civil José Mário de Araújo Cavalcanti tomou posse administrativa como presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia para o triênio 2012 a 2014, na noite de ontem (28), no auditório do próprio Conselho. Depois de vencer a eleição no dia 08 de novembro, José Mário foi reconduzido à presidência do órgão. O presidente, em exercício, 2º vice-diretor Clóvis Arruda d’Anunciação entregou o diploma de posse ao presidente eleito José Mário Cavalcanti, que reafirmou o cumprimento dos compromissos assumidos durante a campanha eleitoral.

 

“Faremos uma gestão com novas metas e novos desafios. Entretanto, com mais experiência e mais maturidade para enfrentá-los. Mais entrosamento e mais confiança na equipe de colaboradores e mais ousadia no conjunto para não somente atingir e sim ultrapassar as metas estabelecidas”, disse o presidente eleito José Mário Cavalcanti.

 

Entretanto, ele mostrou-se ciente dos desafios futuros com as mudanças na presidência do Confea, com a saída dos arquitetos do Sistema Confea/Crea e Mútua e com as alterações nos valores das Anotações de Responsabilidade Técnica (ART) e das anuidades.

 

“Arrisco-me a dizer que os desafios atuais suplantam aqueles encontrados há três anos. Enfrentaremos mudança na arrecadação do sistema Confea/Crea, com a Lei recém sancionada pelo Governo Federal de nº 12.514, de 28 de outubro de 2011 e das Resoluções do Confea nº 528, 529 e 530 de 28 de novembro de 2011, que regulamentam os novos valores de anuidades e taxas de ART, cuja projeção para todo o ano de 2012, aponta um déficit orçamentário de mais de R$ 1,6 milhão, comparado com o fluxo de caixa do exercício anterior, necessitando urgentemente de um reequilíbrio financeiro da Instituição”, avaliou.

 

Com a saída dos arquitetos para Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU), ele previu um impacto financeiro de quase R$ 1 milhão. “Já estamos estabelecendo novos procedimentos e reajustes nos orçamentos para uma readequação dos números. Este fato se iniciará nos primeiros dias do ano, com os seminários de Planejamento Estratégico 2012 a 2014”, contou.

 

Apesar dos obstáculos, José Mário Cavalcanti disse estar confiante de que os desafios serão vencidos. “A economia do Estado está cada vez mais pujante e isso nos anima e nos estimula a sermos mais criativos e ousados”, disse ele, acreditando no aporte dos investimentos em Pernambuco, que demandará cada vez mais profissional das Engenharias. “Vamos avançar com este Conselho, para ser um CREA ainda melhor para Vocês”, defendeu.

 

Também fizeram parte da mesa o 1º diretor Administrativo, eng. Agrônomo Alexandre Krause, o 2º diretor Financeiro, eng. Civil Antônio Carlos Alves, o diretor geral da Caixa de Assistência do Crea-PE (Mútua), Henrique Marques Lins.

 

Ainda estiveram presentes o presidente da Associação dos Engenheiros de Pesca de Pernambuco (AEP-PE), Assis Lacerda, o vice-diretor da Universidade de Pernambuco (UPE), José Roberto Cavalcanti, o diretor da Associação dos Geólogos de Pernambuco (AGP-PE), Cláudio Holanda, o presidente da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU), José Ricardo Martins, o presidente do Clube de Engenharia de Pernambuco, Alexandre Santos, o presidente do Sindicato dos Técnicos Industriais (Sintec), Jessé Lira, o presidente da Associação Brasileira dos Engenheiros Civis – dep. Pernambuco (Abenc-PE), Marco Maciel, o presidente da Associação dos Engenheiros de Segurança, Jário Pinto, e o presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Araripe, Evandro Alencar.