Capa > Arquivo > Presidente do Crea-DF conhece trabalho do GT Seca

Presidente do Crea-DF conhece trabalho do GT Seca

Recife, 26 de fevereiro de 2013
 
Em visita ao Crea Pernambuco, o presidente do Crea-DF, engenheiro civil Flávio Correia, conversou, na manhã da terça-feira (26), com o presidente do Crea-PE, José Mário Cavalcanti, sobre diversos assuntos de interesse dos gestores dos dois Regionais, entre eles, as ações que estão sendo discutidas no âmbito do Grupo de Trabalho Seca (GT Seca), que é coordenado pelo Regional pernambucano.

 
Também presente no encontro, o professor Mário Antonino, idealizador do GT Seca, que pretende apontar soluções de convivência com a seca, expôs os objetivos e as metas que o grupo vem traçando desde que foram iniciadas as reuniões com especialistas e representantes de entidades ligadas ao assunto.

“Nesse universo que envolve o tema seca, o que mais me incomoda e me fez procurar José Mário, é pensar que para a sociedade nós, engenheiros, ou somos incompetentes, ou irresponsáveis, pois a seca se repete de forma cíclica e nós não apontamos soluções. O que queremos é exatamente apontar caminhos de convivência com a seca, assegurando dignidade e lucratividade”, ressaltou Mário Antonino.

Ao ser questionado por José Mário sobre a importância da inclusão desse tipo de debate nas reuniões do Colégio de Presidentes, principalmente para o levantamento de recursos que viabilizem projetos, Flávio Correia fez uma sugestão bem recebida pelo presidente do Crea-PE. “Um caminho interessante é procurar as linhas disponíveis na Fundação Nacional de Saúde (Funasa)”, propôs, inclusive colocando-se à disposição para acompanhar os integrantes do GT Seca numa audiência com o atual presidente, Gilson Queiroz, que é ex-presidente do Crea-MG.

Aproveitando a visita, José Mário entregou ao presidente do Crea-DF um exemplar do Manual de Fiscalização do Crea-PE. “Esta publicação é produto de um convênio firmado entre o nosso Regional e o do Paraná. Vejo nesses convênios de cooperação entre os Creas um importante instrumento para a troca de informações e o atendimento de demandas comuns entre nós”, disse José Mário, ao propor que os dois Regionais também firmem um convênio e, juntos, formulem e compartilhem ações, ou mesmo criem produtos que venham a dinamizar ainda mais as gestões ou os serviços prestados aos profissionais e à sociedade.

Ainda durante o encontro José Mário falou sobre as reuniões realizadas no último dia 20, em Brasília, quando ele e o presidente do Crea-PR, Joel Krüger, discutiram a possibilidade de realizar acordos de cooperação técnica com a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), órgão ligado ao Ministério das Relações Exteriores e com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA-Japan International Cooperation Agency).

Ao falar sobre as reuniões, José Mário disse que há a possibilidade de realização de acordos bilaterais no campo da assistência técnica e transferência de expertise, bem como acordos trilaterais, com o Brasil parceiro e implementador de mão de obra, fortalecendo o voluntarismo no País.

“Considero como de grande importância a aproximação do Sistema Confea/Crea com organismos de cooperação como a ABC e a JICA. Esses acordos poderão trazer consideráveis benefícios para os profissionais, que trocarão experiências com engenheiros de outros países, principalmente, nas áreas de gestão de risco e desastres naturais, as quais sofremos no País”, destacou o presidente José Mário Cavalcanti.

A presença do presidente do Crea-DF no Estado pernambucano deveu-se à participação, na noite da segunda-feira (25), da posse da nova diretoria da Associação Brasileira da Engenharia Civil/Departamento de Pernambuco (Abenc/PE), presidida pelo engenheiro civil Marcos Muniz Maciel, no triênio 2013/2016.
 
GT Seca
O Grupo de Trabalho Seca é formado por especialistas e representantes de entidades que discutem propostas e alternativas de convivência com a seca e semiárido. As reuniões, que tiveram início em novembro, têm o objetivo de unir esforços de entidades e do poder público, no sentido de implementar planos de ações capazes de minimizar os efeitos devastadores das secas ocorridas na Região Nordeste do País, especialmente, no Estado de Pernambuco.

Pelo Crea-PE, também participaram da reunião: Arnaldo Cardim (1º vice-presidente), Osvaldo Fonseca (chefe de gabinete), Roberto Arrais (superintendente) e Ondine Bezerra (assessora da presidência).
 
Dilma Moura e Ondine Bezerra
ASC do Crea-PE

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates