Sistema Confe/Crea/Mútua promove democracia com as eleições nesta terça-feira

O processo eleitoral para novos presidentes do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea), dos Conselhos Regionais e para os diretores da Caixa de Assistência dos Profissionais (Mútua), no próximo dia 08 de novembro, no horário de 9h às 19h, é considerado o segundo maior do Brasil, atrás apenas das eleições civis. Neste ano, mais de 900 mil profissionais estão aptos a votar. Em Pernambuco, esse número saltou de 14 mil profissionais na última eleição, em 2008, para quase 19,5 mil. 

Para garantir a tranquilidade, a comodidade, à transparência e o sucesso do segundo maior processo eleitoral do País, todas as providências já foram tomadas. Em Pernambuco, estarão disponíveis 28 urnas distribuídas na sede do Crea-PE, nas 12 Inspetorias Regionais localizadas nos municípios de Araripina, Arcoverde, Carpina, Caruaru, Garanhuns, Goiana, Cabo de Santo Agostinho, Palmares, Petrolina, Salgueiro, Serra Talhada, na sede do Instituto de Arquitetos do Brasil em Pernambuco (IAB), da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) e da Empresa de Urbanização do Recife (URB). Neste ano, não haverá urna no Clube de Engenharia de Pernambuco. Para saber qual o seu local de votação, acesse aqui.
 
Nas urnas da Chesf votam todos os funcionários da Companhia e do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), independentemente da modalidade profissional. Na urna instalada na URB-Recife, votam todos os funcionários da Empresa de Urbanização, da Secretaria de Planejamento (SEPLAN/PE), da Coordenadoria de Defesa Civil do Recife (Codecir) e da Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), independentemente da modalidade profissional. Votam no IAB-PE todos os arquitetos registrados em Pernambuco, caso sejam autorizados por liminar. Nas Inspetorias Regionais, votam profissionais residentes nos municípios jurisdicionados por cada unidade e, finalmente, votam na sede Crea-PE, demais profissionais jurisdicionados na Região Metropolitana do Recife (RMR).
Com a definição da seção eleitoral, não mais será permitido o voto em trânsito. Portanto, cada profissional deverá votar na urna em que o seu nome estiver cadastrado. Com relação ao voto em separado, só poderá fazê-lo o profissional que não tiver seu nome cadastrado em nenhuma urna, se este comprovar o pagamento da anuidade até o dia 7 de outubro.  
Para melhorar o estacionamento de quem vai votar na sede, todas as vagas do edifício, tanto na parte da frente como da lateral, estarão disponíveis para os profissionais mais o auxílio de cinco manobristas.
Excepcionalmente, no dia da eleição, não haverá expediente ao público na sede e nas Inspetorias Regionais, já que os locais funcionarão como zonas eleitorais. Os profissionais e empresas que necessitarem, poderão ser atendidos nos Escritórios de Boa Viagem e no Sinduscon. No dia 09 de novembro, o atendimento retornará a partir do meio-dia.
Os eleitos representarão cerca de 900 mil profissionais das áreas tecnológicas que integram o Sistema Confea/Crea/Mútua em todo o País, no triênio 20012/2014. São engenheiros, agrônomos, geólogos, geógrafos, meteorologistas, tecnólogos e técnicos que, no exercício das mais variadas funções, respondem por 70% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.
A utilização de infraestrutura disponibilizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) possibilitará mais uma eleição com votação eletrônica no Brasil inteiro com apuração e, consequentemente, divulgação dos nomes dos eleitos poucas horas após o término da votação.
Em 77 de fundação o Crea-PE já teve 17 presidentes. Grande parte deles, com mais de um mandato. Atualmente, concorrem ao cargo o engenheiro civil Adriano Lucena (22), o engenheiro eletricista Roberto Freire (27) e o engenheiro civil José Mário Cavalcanti (20).
Já os candidatos à presidência do Confea, são: Álvaro Cabrini (15); Francisco Machado (12); José Tadeu da Silva (11) e Luiz Fernando Buch (17). Quanto à eleição para Mútua, Henrique Lins (30) apresenta-se como candidato único para diretor Geral e Waldyr Duarte Costa Filho (40) para diretor Administrativo. 
Serviço
Para votar, o profissional precisa comparecer no seu local de votação e apresentar algum documento de identidade válido com foto (não necessariamente a carteira profissional).
 
Dilma Moura e Kele Gualberto
ASC do Crea-PE