Capa > Destaque > Crea-PE participa de reunião da Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Alepe

Crea-PE participa de reunião da Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Alepe

Dentre as muitas atividades programadas pela Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Assembleia Legislativa do estado de Pernambuco (Alepe), para celebrar, de segunda a sexta-feira (18 a 22.03), a Semana da Água, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), Evandro Alencar participou, na segunda-feira (18.03), atendendo ao convite do deputado estadual, presidente da Comissão Antônio Moraes (PP), de reunião para tratar da situação das barragens de Pernambuco.

Na oportunidade, técnicos responsáveis pela conservação e fiscalização de barragens explicaram a classificação de risco e as ações de monitoramento dos 477 equipamentos localizados no Estado.

Após fala do deputado Antônio Moraes, sobre declaração dada pelo presidente do Crea-PE, depois de realizar análise visual das condições da Barragem de Serro Azul, em que disse: “Foi feito muito alarde nas redes sociais, por exemplo, em relação à existência de fissuras na Barragem de Serro Azul, mas o Conselho Regional de Engenharia apontou que não há risco de colapso”, o presidente Evandro Alencar se posicionou explicando aos membros da Comissão e demais convidados o papel legal do Conselho.

“Antes de me ater ao tema que está sendo discutido, gostaria de clarear algumas questões relativas às atribuições legais do Crea. As pessoas entendem que temos estrutura para tratar das questões de análise técnica das nossas construções e não é bem assim. O nosso trabalho é feito na linha da fiscalização do exercício profissional, mas, nós temos também na Lei nº 5.194/66, que dispõe sobre as nossas atribuições, artigo que trata de ações do Sistema Confea/Crea e Mútua que tenham como objetivo a garantia e a preservação da segurança da sociedade, por meio das profissões abrangidas pelo Sistema”, disse Alencar complementando, “nesse sentido, o Crea-PE, sempre que necessário e possível, participa de ações com esses objetivos não apenas contribuindo, mas, sobretudo, se posicionando sobre as questões”.

O presidente também falou que recentemente esteve, juntamente com um grupo de profissionais voluntários e especialistas em barragens, realizando inspeção visual nas instalações da Barragem de Serro Azul, de onde viralizou um vídeo sobre vazamentos da estrutura. Sobre a inspeção Evandro Alencar disse que já deu declarações onde disse não haver sido encontrado risco iminente de colapso, mas, fez questão de ressaltar que, como consta no ofício enviado ao Governo do Estado, caberá ao poder público realizar algumas ações para que a atual situação não seja alterada no decorrer do tempo.

Outro esclarecimento prestado pela representante da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), Crystianne Rosal apontou que a classificação de “alto risco” para uma barragem não significa que exista perigo imediato de rompimento, mas, se refere à intensidade dos danos, caso haja problemas com a contenção da água. “O grau de risco não significa que a barragem vá romper amanhã, mas é definido por critérios técnicos, como por exemplo, a falta de documentação da barragem”, concluiu Rosal.

O deputado Antônio Moraes expressou preocupação com a falta de pessoal qualificado para fiscalização e monitoramento, tanto no Estado quanto no Governo Federal. Segundo Hudson Pedrosa, representante da Compesa, há 25 barragens consideradas “de risco e dano potencial alto” por suas características e que, por isso, foram priorizadas no cronograma de inspeção, que será feita até o final de abril. Outro dado que preocupou os parlamentares foi a existência de mais de 100 barragens no Estado que não têm uma entidade responsável definida. “A Apac irá mandar a lista dessas barragens ‘órfãs’, assim como Compesa e Dnocs vão mandar os monitoramentos que realizaram para a Comissão”, informou Antônio Moraes.

A principal obra do Dnocs, no momento, é a revitalização da barragem de Jucazinho, em Surubim (Agreste Setentrional).

Da reunião também participou o chefe de Gabinete do Conselho, Joadson da Silva Santos.

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates