Capa > Destaque > Energia Solar lotou auditório do Crea-PE no Terça no Crea desta semana

Energia Solar lotou auditório do Crea-PE no Terça no Crea desta semana

A Perspectiva do Mercado de Energia Solar Fotovoltaica foi tema do evento Terça no Crea do dia (12), que teve abertura realizada pelo presidente do Conselho, Evandro Alencar, marcando presença no aniversário de 3 anos do projeto. Logo em seguida, o diretor do grupo OPorto Forte, Sergio Castro, falou brevemente sobre o mercado nacional e internacional, que vem crescendo, da energia solar fotovoltaica.

Já a palestra principal da noite, explanada pelo engenheiro mecânico Roberto Castelo Branco de Albuquerque, contou com um grande público. Com o auditório do Conselho lotado foi montada uma estrutura no térreo da sede para atender a demanda de participantes, superior ao número de poltronas do auditório.

O cenário energético, a demanda e a capacidade brasileira instalada, foram dados mencionados pelo expositor que falou ainda sobre a geografia privilegiada do Brasil. Segundo pesquisa, o país recebe do sol 50 mil vezes a quantidade de energia que coobjetivo de criar um cenário favorável para o desenvolvimento de uma Geração Distribuída de Energia Elétrica beneficiando a estabilidade do sistema de distribuição e reduzindo as perdas de transmissão, uma vez que a geração está situada junto aos locais de consumo.

Ainda sobre o assunto, Roberto Albuquerque informou que este ano haverá uma nova Revisão Ordinária e o principal desafio neste evento é manter o segmento de geração de energia em crescimento, apesar da pressão das distribuidoras que alegam perdas financeiras em função da não remuneração do Sistema de Distribuição.

Para concluir, foram mostrados alguns modelos de compensação e viabilidade econômica e o potencial de crescimento de novas tecnologias com destaque para a evolução técnica das baterias, que deverão ter maior vida útil a menor custo e viabilização dos sistemas autônomos junto a carga. Outra proposta é a utilização de filmes fotovoltaicos orgânicos (OPV) que, por possuir aplicação muito versátil, por serem leves e flexíveis podem ser aplicados onde os modelos tradicionais em Silício, não podem ser usados.

Por fim, comemorou-se os 3 anos do Terça no Crea com os convidados presentes. Segundo a Chefe de Comunicação, Suenya Aragão, o sucesso deve-se ao público, que abraçou a iniciativa de forma muito positiva. “Estou muito feliz com o sucesso desse projeto. Começamos com 1/3 da capacidade do auditório e nos últimos anos triplicamos a média de participantes, a casa está sempre cheia, uma boa oportunidade para atualizar-se e praticar network. A expectativa é que cresça cada vez mais. Atualmente, transmitimos ao vivo para nossa Inspetoria em Serra Talhada, no Sertão do Estado e estamos sendo procurados por outros Creas para informações do modelo”.

Free WordPress Themes - Download High-quality Templates