Arboricultura e paisagismo são debatidos em Seminário no Interior do Estado

Recife, 05 de outubro de 2009 – Conhecida como Cidade das Flores, Garanhuns irá receber especialistas na área de arborização do País inteiro. A cidade foi escolhida para sediar o 1º Seminário de Arborização Urbana de Pernambuco, que terá início na próxima quarta-feira (7) e segue até a sexta-feira (9), na sede da Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (Aesga).

Durante os três dias, os debates vão girar em torno dos problemas ambientais causados pela falta de arborização e discutir maneiras de preservação e aumento do plantio de árvores nas grandes metrópoles. Entre os participantes, destacam-se a promotora pública do Recife Alda Virgínia de Moura e a mestra gaúcha Maria do Carmo Sanchotene, que falarão sobre as políticas de arboricultura nos municípios brasileiros.

O coordenador da Comissão Permanente de Meio Ambiente do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE) e organizador do evento, Alexandre Queiroz, afirma que o evento será uma oportunidade de buscar soluções para um melhor planejamento arbóreo das cidades.

Ainda de acordo com Queiroz, a arborização deve ser tratada como um serviço público, a exemplo de água, iluminação, saneamento, para que a cidade seja mais humana e organizada. “É necessário que os prefeitos se sensibilizem para este assunto”, destacou Queiroz.

A iniciativa é do Crea-PE, em parceria com Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU) e a Prefeitura de Garanhuns.

Rui Gonçalves

ASC do Crea-PE