Clube de Engenharia de Pernambuco promove debate sobre Energia Nuclear

Recife, 18 de janeiro de 2009 – O Clube de Engenharia de Pernambuco realiza amanhã (19), às 12h30, o Seminário Permanente de Desenvolvimento, no Restaurante Skillus da Ilha do Leite, sob o tema “Energia Nuclear e o Desenvolvimento do Nordeste”. As palestras serão proferidas pelo professor do Departamento de Engenharia Elétrica e Sistemas de Potências da Universidade Federal de Pernambuco, Heitor Scalambrini Costa, e do chefe do escritório da Eletronuclear no Nordeste, Carlos Henrique Mariz.

A Eletronuclear tem intenção de implantação duas usinas nucleares brasileiras, na Região Nordeste. Estudos recentes apontam dez localidades próximas ao Rio São Francisco como sendo as melhores opções. E Pernambuco disputa os empreendimentos com Alagoas, Bahia e Sergipe. Cada usina representa um investimento de US$ 4 bilhões (ou aproximadamente R$ 7 bilhões).

A expectativa da Eletronuclear é que os estudos sejam concluídos ainda no primeiro semestre deste ano. Com isso, até o final de 2010 serão definidos o modelo tecnológico que as unidades irão adotar (francês, americano ou coreano) e como se dará a captação de recursos para o projeto. Se tudo sair dentro do previsto pela empresa, a primeira usina pode entrar em funcionamento no primeiro semestre de 2009.

Já no dia 29 de janeiro, o Seminário Permanente de Desenvolvimento, realizado pelo Clube de Engenharia de Pernambuco promoverá um debate, às 12h30, no Restaurante Skillus, sobre “"Mobilidade Urbana – ênfase Via Mangue", com o presidente da Empresa de Urbanização do Recife, engenheiro civil Jorge Carreiro.