Comitiva do Crea-PE visita prefeito de Petrolina

Os presidentes do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), José Mário Cavalcanti, e da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Petrolina (Assea), Armando Ferreira do Nascimento, o inspetor Urbano Lins, junto com o chefe de gabinete do Crea-PE, Osvaldo Fonsêca, participaram, nesta segunda-feira (1º de outubro), de uma audiência no gabinete do prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio. O encontro teve o objetivo de discutir vários assuntos, dentre eles o enquadramento da prefeitura para o pagamento do salário mínimo dos profissionais dos engenheiros, arquitetos e agrônomos, obedecendo a Lei 4.950/A. O prefeito mostrou sensibilidade ao assunto e disse que concentrará esforços para resolver a situação, de acordo com a lei. 

O presidente ainda falou sobre o interesse de fazer um convênio de cooperação técnica entre o Conselho e a Prefeitura de Petrolina. “O Crea é parceiro da gestão municipal. Podemos trocar informações e banco de dados, fazer a fiscalização em conjunto, intercâmbio técnico. Esse é um jogo de ganha-ganha”, disse o presidente José Mário Cavalcanti.
 
O prefeito Júlio Lóssio gostou da ideia e sugeriu ainda a criação de um portal, o qual os profissionais do Sistema Confea/Crea poderiam se credenciar e apresentar projetos à Prefeitura, que caberia o papel de analisar a viabilidade econômica. Sendo aprovado, os projetos seriam executados. “Dessa forma, teríamos um sistema muito mais transparente e a sociedade ficaria protegida, pois mesmo com a mudança de gestão, os projetos estariam assegurados e poderiam ser colocados em prática”, explicou o prefeito, acrescentando que haveria uma tabela de preço padrão, a exemplo do que já ocorreu na Caixa Econômica.
 
O presidente José Mário falou também sobre a sobre com o a Lei 11.888/2008, que garante assistência técnica pública e gratuita às famílias de baixa renda para a elaboração de projeto arquitetônico de habitação popular. “Podemos fazer um convênio nessa área para assegurar uma construção mais adequada para a população de baixa renda”, disse o presidente. Depois de ouvir o presidente José Mário, o prefeito pediu mais informações e falou que tem interesse em fazer um convênio nessa área.
Kele Gualberto
ASC do Crea-PE