Crea-PE

Crea Jr-PE tem reunião com Estácio para aproximar universidade do Conselho

Encontro quer atrair futuros engenheiros para o Crea, colaborando com sua inserção no mercado de trabalho, qualificação e benefícios aos profissionais

A segunda reunião entre representantes do programa Crea Jr-PE e da Universidade Estácio, que aconteceu na última quarta-feira (13), definiu um cronograma de ações que querem aproximar os alunos dos cursos de engenharia do Conselho que os representa. Participaram do encontro, pelo Crea Jr-PE, Clóvis Segundo, diretor financeiro do Crea-PE; Florêncio Absalão, coordenador adjunto do Comitê de Modernização da Gestão; e Millena Moura, estudante de engenharia civil e integrante do programa. Pela Estácio, Danilo Cavalcanti, coordenador dos cursos de engenharia, e Camila Albuquerque, professora da faculdade.

A primeira reunião foi para conhecer o que o Crea poderia proporcionar aos futuros engenheiros, lembrou Camila. Ela ainda repassou suas experiências na área docente, o que está observando dos alunos, já que está vivenciando a formação deles. “Conheci a nova visão do Crea e como ele pode trabalhar com as instituições de ensino superior”, destacou Camila.

“Acho que os encontros são para possibilitar a quebra desse estigma de só universidade, só conselho e só sociedade separados. A ideia é criar um vínculo entre os três: sociedade, conselho e universidade”, observou Danilo. Na pauta de ações conjuntas, proposições de reuniões com o Crea Jr-PE, criação de projetos de extensão, principalmente para fazer essa ligação entre aluno e Conselho.

“Levar o aluno com o Conselho para a comunidade, para a sociedade e estar atuando diretamente”, destacou Danilo, afirmando que seria interessante a disponibilidade de mentorias que o Conselho poderia oferecer para os alunos que não têm tanta experiência. “Têm o conceito teórico e não têm a vivência prática”, explicou.

Camila ainda citou a importância de um encontro do Crea nas universidades para falar o que é o Crea, o papel do Conselho. “Explicar mesmo, porque tem muita gente que acha que é só burocracia. Muita gente não se registra no Crea porque acha que vai pagar e não vai ter nada”, declarou a professora.

Clóvis Segundo sugeriu aos representantes da Estácio um encontro, no qual Millena Moura poderia explicar aos alunos o que é o Crea Jr. “Chamar os estudantes para se engajar no projeto, conhecer o Conselho e o que ele tem a oferecer quando eles se tornarem profissionais”, citou. Ainda sob a responsabilidade de Millena, seria a apresentação do projeto Crea na Comunidade aos alunos do curso de extensão de comunidades que a universidade tem.

Clóvis também destacou a criação de um espaço semanal ou quinzenal na agenda do Crea para fazer a TV Crea Jr-PE para aproximar universidades, alunos e trazer sempre temas relevantes.

Compartilhar:
Skip to content