Crea-PE

Medição na quadra de esporte da comunidade Mangueira da Torre dá início a projeto de intervenção no local

Ação faz parte do Crea na Comunidade, uma parceria que está sendo tocada pelo Crea-PE e UPE, através do projeto de extensão Habite Melhor

Coube a Mariana Gama, 21 anos, Gabriel Beltrão, 20 anos, Paulo Henrique Pires, 21 anos, e Ramon Lopes, 24 anos, a missão de fazer a medição da quadra de esportes da comunidade da Mangueira da Torre. O trabalho é o primeiro passo para a intervenção no local feita pelo projeto Habite Melhor, da Universidade de Pernambuco. A ação é realizada em parceria com o Crea-PE, através do Crea na Comunidade. Os quatro alunos do curso de engenharia civil da UPE são estagiários do projeto e três deles recebem bolsas pagas pelo Crea. No total, o Conselho financia 10 universitários envolvidos no projeto.

A medição é o primeiro passo para a elaboração do projeto de intervenção. A quadra de esportes foi uma escolha da própria comunidade como primeiro local a ser beneficiado pelo Crea na Comunidade. A decisão saiu da primeira reunião entre os representantes do projeto com moradores da comunidade, realizada na semana passada.

Gabriel Beltrão explica que as medidas da quadra serão colocadas no computador para a partir daí serem feitos projetos para as intervenções. Sob o olhar atento de alguns moradores, os estudantes conferiram os números, anotaram, checaram as informações. Alunos do quinto período, exceto Ramon que está no sétimo, os estudantes estão saindo do período de aulas teóricas para as práticas, colocando a mão na massa com o Crea na Comunidade.

Além dos bairros da Torre e Madalena, o Crea na Comunidade visitou o bairro de Coqueiral com os estudantes do projeto, acompanhados por membros do Crea-PE. Em Coqueiral, os universitários realizaram uma avaliação das questões estruturais das moradias contempladas para elaboração de soluções.

O projeto conta com 10 estagiários do projeto de extensão Habite Melhor, cujas bolsas são custeadas pelo Crea-PE, dentro da parceria assinada entre as duas entidades. As ações estão inseridas no contexto da Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (Athis) pública e gratuita para famílias de baixa renda no Recife, conforme lei federal nº 11.888/2008.

O Crea na Comunidade tem um Plano de Trabalho elaborado pela equipe técnica prevê ações também nas comunidades do Alto José do Pinho, Campina do Barreto, Coqueiral, Vila Independência e do entorno da reitoria da UPE. As localidades contarão com a execução de assistência técnica por estudantes extensionistas da UPE supervisionados por professores e profissionais indicados pelas duas instituições.

Os responsáveis pela operacionalização do acordo entre a UPE e o Crea-PE são a professora da UPE Rafaela Cavalcanti, e o engenheiro civil Stênio Cuentro, vice-presidente do Crea-PE.

Compartilhar:
Skip to content